Oi, o que você está procurando?

ajuda

Neste Natal, pai de família que passa por necessidade implora por emprego

A família toda, casal e três filhos, vive com renda pouco superior a R$ 300 por mês

O natal da família do desempregado Junior Jeferson Pereira de Souza, 32 anos, que reside no bairro Porto Real 2, em Araçatuba, foi um pouco mais alegre graças a algumas doações que havia recebido, e ontem uma voluntária esteve na casa dele doando cesta básica, guloseimas para as crianças e presentinhos. Ele está desempregado há um ano e a família toda, um casal e três filhos, pegou tuberculose.

O Regional Press tomou conhecimento da história por meio de um leitor Carlos Lacerda, que atua como Conselheiro Tutelar, e presenciou em um dia de chuva, a mulher de Júnior, Érika Aparecida Muniz de Souza Alves, pedindo dinheiro para comprar alimento para os filhos, de 12, oito e um ano de idade.

Lacerda fez o encaminhamento da família para assistência social e conheceu o imóvel onde eles residem. Na ocasião a família utilizava um frasco com álcool para poder cozinhar, porque haviam roubado o botijão de gás, que já era ganhado. Marido, mulher e os três filhos sobrevivem com uma renda de pouco mais de R$ 300 por mês, proveniente do programa assistencial Bolsa Família.

Júnior conta que pegou uma tuberculose, e acabou transmitindo para os três filhos e a esposa. Hoje ele já terminou o tratamento, mas o restante da família ainda está tomando medicamentos, fornecidos pelo poder público.

Ele conta que recentemente ganhou outro botijão de gás, mas um dia em que todos saíram, ao voltarem para casa, a porta da cozinha estava arrombada e ladrões haviam levado este outro botijão. Na véspera de Natal a família estava com dificuldades para cozinhar, porque não tinha álcool e um pouco de madeira que eles havia conseguido, para fazer comida com lenha, acabou pegando umidade por causa da chuva.

Mesmo com tanta dificuldade, o que a família mais quer neste momento é um emprego para Júnior, que trabalhou muito tempo em serrarias e tem experiência como serras e moto-serras. Mas ele aceita qualquer emprego, podendo ser parta capinar terrenos, auxiliar geral, ajudante de pedreiro ou que estiver disponível.

Quem quiser ajudar a família pode entrar em contato pelo telefone (18) 99611-3696. O endereço da família é rua Moara Sacramento Amaro, 698, bairro Porto Real 2.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!