Oi, o que você está procurando?

investigação

Pai força filha a ter bebê antes da hora e dá neta a desconhecida em SP

Uma adolescente de 17 anos contou à polícia que foi obrigada pelo próprio pai a dar à luz antes do tempo e entregar a filha recém-nascida a uma pessoa desconhecida. Segundo ela, o parto foi feito em uma clínica clandestina em São Vicente, no litoral de São Paulo, em setembro. As informações são do G1.

De acordo com a jovem, o pai a convenceu a entregar a criança enquanto o marido dela, que é motorista, estava viajando. Ele só descobriu nesta semana que a mulher não estava mais grávida e a filha já tinha nascido.

“Ele [pai da jovem] era bem preocupado e presente. Acompanhava ela em todas as consultas médicas e sempre dizia que a criança não estava bem”, contou ao site. A jovem relatou que o pai a orientou desde o início da gestação e dizia para ela esconder a barriga com cinta e roupas largas.

Ao ser levada para a clínica, a jovem não sabia que o pai tinha a intenção de entregar a bebê para outra pessoa. Depois de tomar um comprimido, ela contou que fizeram massagem na barriga para forçar o parto.

Avô, filha e neta voltaram para casa no mesmo dia, à noite, onde havia uma mulher que esperava por eles. “Meu pai dizia que seria o melhor para nós duas, porque sou jovem demais. Ele me prometeu que a mulher devolveria a minha filha depois de quatro meses”, contou.

Nessa quarta-feira (16), o avô da criança resolveu fazer um “falso parto” e enviou ao pai a foto de um bebê como se fosse a filha do casal. Ao tentar ir ao hospital para se encontrar com a esposa, descobriu que todos estavam em casa.

Ele confrontou o sogro, e este confessou ter entregado a criança há dois meses para que uma pessoa cuidasse. O caso é investigado pela Delegacia da Mulher de São Vicente. A polícia já localizou a clínica clandestina. O avô ainda não foi encontrado, segundo o site Metrópoles.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
39