Oi, o que você está procurando?

desacordo

Mãe e filho são agredidos dentro de auto-elétrica em Araçatuba

Uma dona de casa de 50 anos e seu filho, um entregador de 26 anos, estão acusando o funcionário e o dono de uma auto-elétrica localizada na Vila Industrial, em Araçatuba, de agressão. De acordo com as vítimas, elas passaram a ser agredidas depois de contestar um diagnóstico feito em seu carro, uma Saveiro.

De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas levaram o carro por mais de uma vez para sanar um problema elétrico, em uma oficina no bairro São João. Na terceira vez que ela levou o veículo, para informar que o problema não havia sanado, o responsável disse que um funcionário havia faltado, mas eles iriam até outra oficina, de um amigo, que iria verificar o problema.

Em seguida eles foram até a auto-elétrica na Vila Industrial. O funcionário avaliou o veículo e disse que o problema era bateria. No entanto, a versão foi contestada pelos proprietários, que já havia troca a bateria três vezes, sendo que acreditavam que o problema estava no alternador

A mulher pediu para que seu dinheiro fosse devolvido, porque o problema não foi sanado. O funcionário da auto-elétrica sentiu seu trabalho desprestigiado e passou a xingar a dona de casa e o filho dela. Na confusão, de acordo com o boletim de ocorrência, o dono da oficina segurou o entregador pelo pescoço com um golpe conhecido como gravata.

Na sequência, segundo as vítimas, o funcionário pegou um aparelho medidor de energia e arremessou contra a cabeça do entregador, provocando um ferimento na região da orelha. As vítimas ainda teriam sido ameaçadas caso acionassem a polícia ou chamassem o marido da dona de casa. Mesmo assim a PM foi acionada. O rapaz foi socorrido por uma unidade de resgate do corpo de Bombeiros até o pronto-socorro municipal.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
34