CONECTE CONOSCO

investigação

Avó denuncia homem por ato obsceno em creche municipal de Araçatuba

Publicado em



A avó de uma criança de cinco anos, matriculada em uma creche municipal de Araçatuba, procurou a polícia para registrar um boletim de ocorrência contra o marido da zeladora da escola que teria praticado ato obsceno contra a sua neta, de cinco anos. A Delegacia da Mulher está investigando o caso.

A mulher relatou à polícia que sua neta brincava no parquinho da creche com outra criança, quando se aproximaram da grade que divide a escola da casa do homem, para brincar com um cachorro.

Neste momento, o homem teria baixado as calças e mostrado suas partes íntimas para as duas meninas, que saíram correndo em direção à professora e aos demais alunos.

O caso teria acontecido em agosto, mas a menina só contou à avó ao passar em frente à casa do homem. Segundo a avó, a criança também não contou o ocorrido para a professora.

Como o caso está sob investigação, o Regional Press não irá citar os nomes dos envolvidos nem o nome da creche e sua localização.

OUTRO LADO

A Secretaria Municipal de Educação informou que teve conhecimento do caso a partir do boletim de ocorrência e do pedido de transferência de uma das crianças, que já foi para outra escola.

Veja abaixo a nota divulgada pela Prefeitura sobre o caso:

“O homem acusado no B.O. não é servidor municipal. Ele é marido de uma servidora que mora em uma casa ao lado da escola e trabalha há cinco anos como caseira no local. Como ele não faz parte do quadro de funcionários públicos municipais, a Corregedoria não pode abrir uma sindicância, porém, recomendou à servidora e seu marido que deixem a residência até que os fatos sejam esclarecidos.

É preciso ressaltar que nunca houve nenhuma denúncia desse tipo ao longo destes cinco anos em que o homem tem residido ao lado da escola.

A família da segunda criança também solicitou a transferência, que já foi feita.

Para ajudar nas investigações, a Prefeitura disponibilizou as imagens de câmeras do local e concedeu todas as informações solicitadas.

Em breve, as autoridades competentes devem dar uma resposta sobre o caso.”

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

Barbárie

Jovem mata irmã grávida e arranca bebê de barriga para aplicar golpe

Publicado em

A Delegacia de Homicídios de Porto Velho, em Rondônia, investiga um caso de duplo homicídio cometido por uma adolescente de 13 anos e pelo comparsa de 15 anos.

A menor de idade, que não teve o nome revelado, matou a irmã Fabiana Pires Batista, de 23 anos, com pauladas e pedradas e arrancou o bebê dela com ajuda do comparsa, também menor de idade. O filho de Fabiana, de apenas 7 anos, também levou pedradas e foi empurrado dentro de um lago.

Segundo a delegada Leisaloma Carvalho, há indícios de que o crime tenha sido premeditado. Materiais utilizados na execução da vítima foram levados até o local e os dois confessaram ter cometido o crime para dar um golpe e “enriquecer”.

Em coletiva de imprensa, Leisaloma disse que o rapaz de 15 anos pegou o bebê da vítima, retirado do útero com ajuda de uma faca, para entregar à mãe que fingia uma gravidez para casar com um garimpeiro.

A dupla foi apreendida por duplo homicídio e a mãe do adolescente, que tem suspeita de envolvimento no crime, é procurada pela polícia.

O bebê arrancado da barriga da mãe com uma faca é um menino. Ele tem 1,8 kg e foi encaminhado ao hospital após ser encontrado na casa do menor de idade. Ele está com bom estado de saúde e será encaminhado ao Conselho Tutelar quando sair do centro obstétrico do Hospital Base.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Força Tática

Desempregado é preso acusado de tráfico no Castelo Branco

Publicado em

Policiais da Força Tática prenderam em flagrante um desempregado de 28 anos acusado de tráfico de drogas no conjunto habitacional Castelo Branco, conhecido como Seiscentas Casas, no final da tarde desta segunda-feira.

A equipe fazia patrulhamento pelo local quando recebeu uma denúncia anônima de que um gordinho estaria comercializando drogas na travessa Farrapos, um local já conhecido pelos policiais como ponto de venda de drogas.

Eles foram ao local e o portão estava trancado com cadeado, no entanto, os PMs perceberam que havia uma movimentação suspeita no local. Eles pularam o muro e encontraram o acusado na sala, onde, sobre um rack, havia um pino contendo cocaína e R$ 290 em dinheiro.

O suspeito disse que está desempregado e com a pensão alimentícia em atraso por isso decidiu traficar para ganhar um dinheiro. No entanto ele não revelou de quem pegou a droga, a qual vendia por R$ 20 a porção.

Em um buraco no muro da residência os policiais encontraram mais 18 porções de cocaína. O acusado foi preso em flagrante e ficou à disposição da Justiça.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
81