Fique Ligado!

Oi, o que você está procurando?

Goiânia (GO)

Vídeo: Mulher é espancada por namorado com chutes e socos na cabeça e policial intervem

Segundo relatos de um escrivão da polícia, o agressor não aceitava o fim do namoro. Ele foi preso por tentativa de feminicídio

Um personal trainer espancou a namorada em 29 de agosto na porta de um condomínio em Goiânia (GO). Murilo Morais, 33 anos, seguia para a igreja com a médica veterinária, cujo nome tem sido mantido sob sigilo, quando teria se irritado. As informações são do G1.

Câmera de segurança do condomínio flagrou o episódio. O vídeo mostra quando a mulher desce do carro para, em instantes, o agressor ir atrás dela. Após ser abordada, ela dá meia volta e ambos caminham juntos ao automóvel. No meio do trajeto, contudo, a mulher leva uma série de socos e chutes.

A agressão somente é interrompida quando um escrivão da polícia civil aparece na cena e rende Murilo. O policial aparece nas imagens com a arma em punho pedindo para que o agressor se afaste da mulher. Segundo relatos do agente à polícia, o personal não aceitava o fim do namoro.

O policial ainda afirmou que quase atirou no agressor no momento da ação. O agente contou que o personal trainer confessou, no momento, a intenção de matar a mulher.

“O rapaz era grande e muito forte. Desci com a arma na mão e apontei para ele. Dei ordens para deitar no chão, se ajoelhar com as mãos na cabeça, porém, não obedeceu. Passei a afastá-lo da moça para não a agredir mais. Quase atirei nele. Ele ainda gritava que podia atirar porque ele ia matar a moça”, detalha o policial.

Personal trainer Murilo Morais foi preso

De acordo com o escrivão, a moça estava no chão, chorando, com o rosto e o corpo machucado. A vítima foi levada ao hospital. Exames revelaram uma fratura no braço esquerdo e escoriações pelo corpo.

MOMENTOS DE HORROR

“Ele batia só na minha cabeça. Foi chute, murro. Tive uma fratura completa no rádio e ulna [ossos do antebraço]. Iniciei minha fisioterapia, estou sem movimento do meu braço esquerdo. Tive um corte no supercílio, teve de dar ponto”, detalhou a médica, que teve a identidade preservada.

“Graças a Deus, não tive nenhuma lesão na cabeça mais grave, mas foi muito violento”, completou. A vítima foi socorrida por policiais militares e levada ao hospital.

O homem foi preso por tentativa de feminicídio. O flagrante foi convertido em prisão preventiva pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara. A mulher foi socorrida por pessoas no local e por policiais militares que atenderam a ocorrência. Exames revelaram uma fratura no braço esquerdo.

Anunciante
Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!

Mais lidas – 24H



Anunciante
Anunciante
Anunciante