CONECTE CONOSCO

Goiânia (GO)

Vídeo: Mulher é espancada por namorado com chutes e socos na cabeça e policial intervem

Segundo relatos de um escrivão da polícia, o agressor não aceitava o fim do namoro. Ele foi preso por tentativa de feminicídio

Publicado em



Um personal trainer espancou a namorada em 29 de agosto na porta de um condomínio em Goiânia (GO). Murilo Morais, 33 anos, seguia para a igreja com a médica veterinária, cujo nome tem sido mantido sob sigilo, quando teria se irritado. As informações são do G1.

Câmera de segurança do condomínio flagrou o episódio. O vídeo mostra quando a mulher desce do carro para, em instantes, o agressor ir atrás dela. Após ser abordada, ela dá meia volta e ambos caminham juntos ao automóvel. No meio do trajeto, contudo, a mulher leva uma série de socos e chutes.

A agressão somente é interrompida quando um escrivão da polícia civil aparece na cena e rende Murilo. O policial aparece nas imagens com a arma em punho pedindo para que o agressor se afaste da mulher. Segundo relatos do agente à polícia, o personal não aceitava o fim do namoro.

O policial ainda afirmou que quase atirou no agressor no momento da ação. O agente contou que o personal trainer confessou, no momento, a intenção de matar a mulher.

“O rapaz era grande e muito forte. Desci com a arma na mão e apontei para ele. Dei ordens para deitar no chão, se ajoelhar com as mãos na cabeça, porém, não obedeceu. Passei a afastá-lo da moça para não a agredir mais. Quase atirei nele. Ele ainda gritava que podia atirar porque ele ia matar a moça”, detalha o policial.

Personal trainer Murilo Morais foi preso

De acordo com o escrivão, a moça estava no chão, chorando, com o rosto e o corpo machucado. A vítima foi levada ao hospital. Exames revelaram uma fratura no braço esquerdo e escoriações pelo corpo.

MOMENTOS DE HORROR

“Ele batia só na minha cabeça. Foi chute, murro. Tive uma fratura completa no rádio e ulna [ossos do antebraço]. Iniciei minha fisioterapia, estou sem movimento do meu braço esquerdo. Tive um corte no supercílio, teve de dar ponto”, detalhou a médica, que teve a identidade preservada.

“Graças a Deus, não tive nenhuma lesão na cabeça mais grave, mas foi muito violento”, completou. A vítima foi socorrida por policiais militares e levada ao hospital.

O homem foi preso por tentativa de feminicídio. O flagrante foi convertido em prisão preventiva pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara. A mulher foi socorrida por pessoas no local e por policiais militares que atenderam a ocorrência. Exames revelaram uma fratura no braço esquerdo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

Pedofilia

Justiça mantém preso professor de religião suspeito de estupro no interior de SP

Publicado em

A Justiça decretou a prisão preventiva do professor de religião Marcos Bueno Ribeiro, de 41 anos. Ele é suspeito de abusar sexualmente de nove crianças em Amparo (SP). As informações são do G1.

Marcos trabalhava com a evangelização de crianças e adolescentes na 1ª Igreja Batista de Amparo. Depois de as denúncias virem à tona, nove vítimas o identificaram como o autor dos crimes.

O professor estava preso temporariamente desde 20 de setembro – o prazo para ficar detido acabaria nesse sábado (19). Ele responde pelo crime de estupro de vulnerável.

O suspeito começou a trabalhar na igreja em 2002, mas teria iniciado os abusos nos últimos três anos. As vítimas eram meninas de 8 a 12 anos de idade, pois, segundo ele, não entendiam o que estava ocorrendo.

À polícia, o professor contou que os crimes ocorriam “sempre que tinha a oportunidade de ficar sozinho” com as meninas, contou a delegada Leise Silva Neves.

“Ele disse que abusava dessas crianças porque elas não tinham conhecimento, então elas não iriam delatar às famílias o que ele fez”, completou.

Marcos Ribeiro está em uma unidade prisional de Sorocaba (SP), onde ficam condenados e suspeitos de crimes sexuais enviados pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Urgente

Morre rapaz de 18 anos baleado no peito e na cabeça em Araçatuba

Publicado em

PM no local do crime, na rua Emília Santos, em Araçatuba (Foto: Silvio Romeiro/ Araçatuba Acontece)

Leonardo Henrique Silva Daora, o Leozinho, 18 anos, morreu na Santa Casa de Araçatuba, na tarde deste domingo (20). Ele havia sido baleado horas antes no bairro Rosele. A polícia procura envolvidos no homicídio. O crime ocorreu na Rua Emília Santos, na calçada da casa da vítima.

De acordo com as primeiras informações, o jovem teria sido atingido por pelo menos cinco tiros, no peito e a cabeça. O atirador chegou em uma moto e estava de capacete.

A vítima estava no quintal de casa mexendo em uma motocicleta. O acusado perguntou a um parente onde estava o Leonardo.

Ao ver o atirado, a vítima saiu correndo para fora de casa e foi baleada na calçada. Após atirar contra a vítima, fugiu em alta velocidade.

Mesmo ferido, o rapaz saiu correndo e tentou se abrigar na casa de um vizinho, onde caiu. Ele foi socorrido em estado gravíssimo pela viatura de resgate do Corpo de Bombeiros. O óbito foi constatado na Santa Casa.

Segundo o que foi apurado no local, uma das hipóteses é acerto de contas do tráfico. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico.

DENÚNCIA

Informações sobre envolvidos no crime podem ser passadas à polícia por meio dos telefones 190 e 197. O denunciante não precisa se identificar.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
84