CONECTE CONOSCO

Urgente

Incêndio de grande proporção atinge empresa de Araçatuba

Publicado em



Um incêndio, de origem ainda desconhecida, atingiu uma ala de uma empresa na zona rural de Araçatuba, no início da madrugada deste sábado (8).

Várias viaturas do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar foram deslocadas ao local.

Ainda não se sabe o que causou o incêndio. Segundo a polícia, até por volta das 3h da madrugada deste sábado (8), não havia registro de feridos.

Conforme as primeiras informações, o incêndio atingiu um galpão, utilizado como almoxarifado da empresa. Com o aumento das chamas, equipes dos bombeiros da região foram acionadas.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

POLÍTICA

Câmara autoriza Prefeitura a fazer empréstimo de R$ 26 milhões para realização de obras

Publicado em

Por 13 votos a 1, a Câmara Municipal de Araçatuba autorizou a Prefeitura a fazer o empréstimo de R$ 26 milhões para a realização de 13 obras de infraestrutura em diferentes regiões da cidade. A votação ocorreu na noite desta terça-feira (25), durante a primeira sessão extraordinária do ano. A presidente da Casa, Tieza (PSDB), só vota neste tipo de projeto em caso de empate, por isso ela não votou.

O único voto contrário foi do vereador Arlindo Araújo (PPS), por considerar que o ambiente econômico não é favorável à realização de empréstimos. Ele também citou financiamentos realizados em gestões anteriores que atrapalharam as administrações futuras. “O prazo de pagamento é de dez anos, com dois de carência. Sobram oito anos que são as outras duas administrações. É justo deixarmos uma dívida deste tamanho para eles?”, questionou Araújo.

O secretário municipal de Planejamento, Tadeu Consoni, e cargos comissionados acompanharam a votação. Munícipes favoráveis e contrários ao financiamento também estiveram na Câmara. A maioria dos vereadores defendeu o projeto do prefeito por considerar as obras de infraestrutura previstas importantes para a população.

Embora tenha votado favorável, o vereador Cido Saraiva (MDB) disse estar preocupado com a estagnação econômica e o reflexo disso na arrecadação e na gestão municipal.

Ele também lembrou que o empréstimo tem juros de 5,4% mais CDI, que é variável. “Não sabemos como o CDI vai se comportar, o que é preocupante. Estamos votando na nuvem, não sabemos o que vai ser o amanhã”, disse. Saraiva, no entanto, afirmou que seria injusto votar contrário ao projeto, porque ele já havia votado a favor das obras da Pompeu.

RECEIO

O vereador Denilson Pichitelli (PSL) disse que votaria favorável, mas afirmou estar preocupado que o empréstimo comprometa o orçamento público. “Eu tenho muito medo, mas quero acreditar que o secretário da Fazenda esteja certo de que isso não vai comprometer o salário dos servidores, que não vai comprometer a saúde”.

PARCELAS

O empréstimo de R$ 26 milhões com a Caixa Econômica Federal deverá ser liberado em cinco parcelas de R$ 5,2 milhões, conforme forem sendo utilizados.

Os juros são de 5,4% ao ano mais CDI, o que, pelos cálculos do secretário municipal da Fazenda, deve corresponder a um total de 11% ao ano, embora o CDI seja variável e está sujeito ao comportamento do mercado financeiro. O prazo de pagamento é de dez anos, com dois de carência.

OBRAS

As primeiras obras que deverão sair do papel, segundo a Prefeitura, é a pavimentação de quatro mil metros e o prolongamento da Avenida Dois de Dezembro até a Rodovia Elyezer Montenegro Magalhães (SP-463) e Avenida João Arruda Brasil. Esta é a obra mais cara do pacote, com custo de R$ 7,136 milhões.

O desassoreamento da lagoa do Esplanada, para resolver os problemas de enchente naquela região, e o recapeamento do Concórdia também serão prioridades.

Dentre as outras obras previstas no pacote estão a pavimentação de vias do bairro Mão Divina; obras de contenção das águas do Córrego Alvoradinha; pavimentação da Avenida Café Filho até a altura da Rua São Francisco e a urbanização do Jardim Pinheiros. (Confira a relação de obras e valores abaixo).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

TRANSPORTE

Reunidas Paulista investe R$ 8 milhões na aquisição de dez novos ônibus

Publicado em

Novos veículos serão apresentados em desfiles nesta quinta e sexta-feira, nas cidades de Andradina, Ilha Solteira, Araçatuba, Birigui, Penápolis, Lins e Bauru

A Reunidas Paulista investiu mais de R$ 8 milhões na renovação de sua parte de sua frota, com a aquisição de dez novos ônibus. A empresa, que tem sede em Araçatuba, atua nas linhas rodoviárias dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

Com a chegada dos novos veículos, a idade média da frota da empresa é de quatro anos. Os carros recém-adquiridos têm carroceria Marcopolo e chassi Mercedes e serão apresentados em desfiles pelas ruas de Andradina e Ilha Solteira, nesta quinta-feira (27); e em Araçatuba, Birigui, Penápolis, Lins e Bauru, na sexta (28).

Os ônibus aliam conforto, segurança e valorização ao meio ambiente, já que 98% da frota passou a ter Sistema Euro 5, que emite 80% menos menor gases poluentes que o sistema anterior. Os limpadores de para-brisa têm processo de recirculação da água, que é reaproveitada e trocada somente a cada seis meses, evitando o descarte de 33 mil litros de água por veículo em circulação.

SEMI-LEITO

As poltronas são semi-leito, em couro ecológico, com descanso para pernas e cabeça, e possuem tomadas USB. Elas foram desenvolvidas por engenheiros que utilizam softwares para análise de pressão, o que concilia conforto, sofisticação e segurança aos passageiros.

Os sanitários são equipados com sensor para descarga automática. Caso o passageiro não acione a descarga após o uso, o descarte de dejetos acontece automaticamente, quando a porta é fechada.

ELEVADOR

Os novos ônibus têm ainda elevador elétrico para portadores de deficiência física, proporcionando acessibilidade para sua inserção no cotidiano de forma independente e segura.

FOCO

“Nosso foco são as pessoas e a melhoria na experiência de viagem delas com a Reunidas. A segurança e a paixão em servir são nossos valores essenciais e a promoção deles é diária entre nossos colaboradores “, afirma a diretora da empresa, Marcela Constantino. A empresa programa a compra de outros dez novos veículos.

INVESTIMENTOS

Entre 2018 e 2019, o investimento em renovação da frota totalizou R$ 23 milhões de reais. “Os investimentos são necessários para manter o compromisso da empresa em atender os clientes com os melhores ônibus do mercado, afirmou a diretora Aurivânia Constantino.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

acertos

Prazo de adesão à demissão voluntária na Prefeitura de Penápolis termina nesta sexta

Publicado em

Termina nesta sexta-feira (28) o prazo de adesão ao PDV (Plano de Demissão Voluntária) voltados aos servidores municipais da Prefeitura de Penápolis, Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e Emurpe (Empresa Municipal de Urbanização de Penápolis).

O Plano está previsto na Lei 2372/2019 e o objetivo do programa é reduzir as despesas com folha de pagamento, adequando os valores aos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. O PDV já foi realizado anteriormente por duas vezes, com a adesão de cerca de 90 servidores.

Adesão
Podem participar do Plano, servidores que atuam na Prefeitura, Daep e Emurpe, submetidos a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), os aposentados ou em processo de aposentadoria e os que estão em afastamento sem vencimentos.

Estão impedidos de participar do programa todos os trabalhadores com contrato por tempo determinado, os ocupantes de cargo em comissão, os que já que rescindido o contrato de trabalho e os que completaram 74 anos de idade. Também não podem aderir, os servidores que respondem a sindicância administrativa, os afastados por auxílio doença, acidente de trabalho, entre outros.

Os servidores que tiverem interesse em aderir ao PDV devem preencher um termo de adesão, com protocolo no Serviço Pessoal. Os servidores que tiverem dúvidas em relação ao Plano de Demissão Voluntária podem procurar orientações no Serviço Pessoal, localizado no Paço Municipal.

Benefícios
Os servidores que aderirem ao PDV terão alguns benefícios financeiros. Entre eles, a indenização correspondente a um salário mensal, a cada ano de trabalho efetivo no poder público municipal, até o limite de 10 anos de trabalho.

A partir do 11º ano trabalhado, a indenização será correspondente a 50% do salário base por ano de serviço.
O pagamento da indenização será limitado até o mês que o servidor completar 75 anos, idade de aposentadoria compulsória. O vencimento mensal considerado para o cálculo do incentivo é o salário base, excluindo benefícios como chefia, encarregatura, adicional de disponibilidade, adicionais de periculosidade e insalubridade, sexta parte, entre outros.

As verbas rescisórias serão pagas normalmente aos servidores que aderirem ao Plano de Demissão Voluntária, incluindo a liberação do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), férias e 13º proporcionais.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
95