Fique ligado!

Inquérito Policial

Polícia faz reconstituição de assassinato ocorrido em pátio de posto em Araçatuba

Publicado

em

Reconstituição do crime ocorreu na tarde desta terça-feira, em Araçatuba (Foto: O Liberal Regional)


A Polícia Civil e peritos do IC (Instituto de Criminalística) fizeram, na tarde desta terça-feira (14), a reconstituição do assassinato de Alessandro de Oliveira Aoki, 35 anos, ocorrido no dia 18 do mês passado no pátio de um posto de combustível localizado na Avenida Joaquim Pompeu de Toledo, esquina com a rua Baguaçu, em Araçatuba.

O autor do crime, Antônio Berti Júnior, de 41 anos, que foi preso em flagrante logo após o crime, não participou da reconstituição. Mas, com base no relato das testemunhas, os policiais registraram a dinâmica do crime.

Para o trabalho da polícia, ruas próximas e o pátio do posto foram isolados. Os peritos fotografaram a sequência de acontecimentos de acordo o que disseram as testemunhas.

A reconstituição auxiliará no trabalho da Polícia Civil durante o inquérito policial.

O CRIME

De acordo com o que foi apurado pela polícia, a vítima estava no posto quando o acusado chegou no local em uma caminhonete S-10. Ambos passaram a ingerir bebida alcoólica quando em determinado momento houve uma discussão.

O acusado estaria flertando com duas mulheres que estavam na companhia da vítima. Antônio Berti deixou o local e retornou armado com uma pistola, Imbel, calibre 380, e desferiu aproximadamente 15 disparos na direção de Alessandro.

Pelo menos 10 tiros acertaram a vítima, que morreu no local. Após cometer o crime, o acusado deixou o posto.

Uma equipe da Polícia Militar que estava próxima foi avisada do ocorrido e conseguiu abordar a caminhonete a cerca de 100 metros do local do homicídio.

Berti Júnior foi detido e no interior do veículo foi encontrada a pistola usada no crime. Em depoimento à polícia, o empresário alegou que após ser desafiado pela vítima, passou a atirar, mas disse que não sabia se havia acertado o homem.

Ele tinha o registro da arma, mas não possuía porte para andar armado. O empresário teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e está preso em uma unidade da região.

Notícia Relacionada:

Homem é executado a tiros por empresário em posto de combustíveis em Araçatuba


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998