Connect with us

estrutura

Equipe médica das UTIs Neonatais doa equipamentos para reanimação de bebês

Um CPAP e um ventilador serão utilizados na reanimar na própria sala de parto, bebês prematuros ou não que nascem com desconforto respiratório

Publicado

em



Bebês prematuros e os de idade gestacional normal nascidos com desconforto respiratório em partos realizados na Santa Casa de Araçatuba contam novos aliados para a estabilização clínica. O neonatologista Anderson Azevedo Dutra e sua equipe de médicos intensivistas que gerenciam os 22 leitos da UTI Neonatal e UTI Neonatal e Pediátrica doaram ao hospital equipamentos com recursos tecnológicos para ventilar e estabilizar os bebês na própria sala de parto até que sejam levados à outra unidade do hospital caso a internação seja necessária.

Os equipamentos são o BabyPap, CPAP (equipamento de pressão positiva contínua nas vias aéreas) que estabiliza o sistema respiratório do bebê prematuro ou não, mantendo-o estável até ser transportado para o local de internação; e um BabyPuffy, ventilador que auxilia o reanimador (médico ou enfermeiro) manter o paciente ventilado de maneira técnica e segura. Juntos, os dois equipamentos agregam a certeza de que os procedimentos de reanimação estão sendo realizados corretamente, estabelecem margens de segurança fatores que reduzem riscos aos pequenos pacientes.

Com média diária de 10 partos realizados por dia, muitos dos quais decorrentes de gestantes de alto risco, a Santa Casa de Araçatuba registra forte demanda de internações de bebês prematuros nas duas unidades de terapia intensiva neonatal que contam com médicos intensivistas e enfermeiros capacitados em reanimação respiratória. Porém quando o procedimento é realizado na própria sala de parto, as chances de estabilização clínica dos bebês são maiores.

“As salas de parto precisam ser tecnologicamente seguras com os recursos humanos treinados que já possuímos e tecnologia. Saber fazer a equipe já sabia, mas faltava o recurso tecnológico”, afirmou o neonatologista Anderson Azevedo Dutra durante a entrega dos equipamentos durante evento realizado na manhã desta quarta-feira na Santa Casa de Araçatuba.

Leia também:   Museu Índia Vanuíre realiza atividades de pré-Carnaval em Tupã

A capacitação dos médicos e enfermeiros que atuam das duas UTIs Neonatais do hospital inclui treinamento realizado anualmente na Sociedade Brasileira de Pediatria. “Neste ano estaremos enviando quatro médicos e quatro enfermeiros”, anunciou o médico que também atua como responsável técnico pelas duas UTIs Neonatais.

Anderson Azevedo Dutra e equipe investiram R$ 19 mil na aquisição dos equipamentos. “É uma maneira da gente contribuir para que o atendimento SUS que já era qualificado, se torne padrão. Hoje os pacientes SUS são atendidos na Santa Casa de Araçatuba de maneira ideal, tanto no bom treinamento de médicos e equipe de enfermagem quanto pelos equipamentos. Agora eles passam a dispor também de equipamentos adequados para reanimação na própria sala de parto”, afirmou Dutra.

A direção da Santa Casa de Araçatuba representada pelo presidente do Conselho Administrativo, Cláudio Benício de Castello Branco, vice-provedora Maria Helena Pereira de Morais, diretor clínico Giúlio Stanco Coscina Neto e o administrador hospitalar Mauro Inácio da Silva agradeceram a doação e classificaram o investimento como exemplo de comprometimento da equipe de intensivistas com o trabalho realizado nas UTIs Neonatais.30

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998