Oi, o que você está procurando?

Política Regional

Célio põe culpa em Dilador por suspensão de AME

O que até então parecia uma “guerra fria” entre os prefeitos de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), e de Penápolis, Célio de Oliveira (sem partido), na disputa por um novo AME (Ambulatório Médico de Especialidades), sem nenhuma troca de farpas por ambas as partes, “esquentou” com a publicação de um artigo de autoria do chefe do Executivo penapolense em um jornal daquela cidade.

No texto, publicado na quarta-feira (22), Célio disse que Dilador quis “causar” ao tomar o microfone do cerimonial e pedir publicamente ao vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) um AME Cirúrgico para Araçatuba, durante inauguração de melhorias na rodovia Roberto Rolemberg/Doutor Otaviano Cardoso Filho (SP-461), na semana passada.

Na ocasião, Dilador entregou a solicitação a Garcia, assinada por outros prefeitos da região, e disse que, como chefe do Executivo da cidade sede administrativa, não poderia olhar só para o seu “umbigo”, sendo que a vinda de uma nova unidade beneficiaria os demais municípios.

Além de oferecer o prédio do Hospital da Mulher, o tucano falou que disponibiliza também uma área ao lado do AME de análises clínicas.

Célio estava no mesmo palanque e afirmou em seu artigo que o pedido de Dilador provocou constrangimento no anfitrião, o prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão (PTB), e nele, por conta de um AME ter sido instalado em Penápolis “em um dia e retirado no outro, a pedido do prefeito de Araçatuba”, que “se auto-promove como líder regional”.

Por: Ronaldo Ruiz/ Folha da Região

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
40