Connect with us

Tentativa de Homicídio

Acusado de atirar em PMs após assalto em Araçatuba será julgado nesta quarta

Publicado

em

Assalto foi registrado pelo circuito interno e possibilitou a identificação dos envolvidos, dois menores e um maior de idade (Reprodução)


João Vitor de Souza Ribeiro, o Cirilo, será julgado pelo Tribunal do Júri de Araçatuba nesta quarta-feira (15). Ele foi denunciado por homicídio qualificado tentado contra dois policiais militares, roubo e corrupção de menores.

De acordo com denúncia do Ministério Público, acompanhado de dois menores, Cirilo participou de um assalto em uma lanchonete na Avenida José Ferreira Batista, na madrugada de 18 de dezembro de 2016.

Na ocasião, os três envolvidos, armados com um revólver, fizeram funcionários e comerciantes reféns. As vítimas foram colocadas no fundo da lanchonete e os assaltantes fugiram com peças de ouro (corrente e anel), celulares e dinheiro.

Os três envolvidos fugiram em um Fiat Uno, conduzido por um dos menores. A Polícia Militar foi avisa e encontrou o carro no bairro Atlântico.

Durante acompanhamento pela Rua Wanda Azure, os envolvidos abandonaram o carro após o estouro de dois pneus na guia de sarjeta.

Na ocasião, foram efetuados, por parte dos criminosos, quatro disparos na direção dos policiais, que não foram atingidos.

Conforme o Ministério Público, Cirilo “concorreu na tentativa de homicídio contra os policiais militares, que estavam no exercício de suas funções, a fim de assegurar a execução, a impunidade, e a vantagem do crime anteriormente praticado, não se consumando os homicídios por circunstâncias alheias à sua vontade”.

Naquela madrugada, os três envolvidos conseguiram escapar. Mas, por meio do circuito interno da lanchonete, e investigação da Polícia Civil, os envolvidos foram identificados dias após o crime.

O crime foi registrado por câmeras de segurança e, pelas imagens, é possível notar que um dos assaltantes chega a agredir vítimas e a apontar a arma para a cabeça de uma mulher.

O vídeo pode ser visto abaixo.

Leia também:   Presos causam tumulto nas penitenciárias de Lavínia e Mirandópolis

Dos três envolvidos, Cirilo foi pronunciado e será julgado nesta quarta-feira. O Tribunal do Júri está previsto para ter início às 9h.

Os dois menores responderam aos atos infracionais com base no ECA (Estatuto da Criança e Adolescente).


Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998