CONECTE CONOSCO

OPERAÇÃO ASCLÉPIO

Vereador de Murutinga é preso em operação contra fraudes em vestibulares de medicina

Publicado em

PAPARAZZI NEWS


O vereador Adeildo de Oliveira, 53 anos, o Kikão, foi detido na manhã desta sexta-feira durante a megaoperação “Asclépio”, desencadeada pela Polícia Civil por meio da Delegacia Seccional de Polícia de Assis (Deinter 8), em parceria com o Ministério Público do Estado de São Paulo, com objetivo de combater organização criminosa que realiza fraudes em vestibulares para curso de medicina.

De acordo com informações do jornalista Roni Willer, do site Paparazzi News, de Castilho, ainda não se sabe exatamente a participação do vereador no esquema e nem os motivos pelo qual foi decretada a prisão dele por cinco dias. Durante a investigação, de acordo com a Polícia Civil, foi apurado que o irmão dele, Adeli de Oliveira, seria um dos líderes do esquema e teria apoio de alguns familiares para execução da ação criminosa e também ocultação do dinheiro proveniente do esquema.

As investigações tiveram início através de notícia de eventual esquema de fraude no vestibular para o curso de medicina da Fundação Educacional do Município de Assis – FEMA, ocorrido em abril de 2017, onde sua direção teria descoberto que terceiras pessoas haviam se passado por 05 (cinco) candidatos e realizaram as provas, entretanto, a entidade organizadora do certame – VUNESP – constatou inconsistências nas identificações datiloscópicas, assinaturas na folha de respostas e também nas imagens captadas dos candidatos, com as coletadas dos alunos aprovados e posteriormente matriculados no curso.

Assim, instaurou-se Inquérito Policial nº 01/2018 para apurar os crimes de Organização Criminosa (art. 2º da Lei nº 12.850/2013), Estelionato (art. 171 CP) e Falsificação de Documento Público (art. 297 do CP) e no curso das investigações, identificou-se a pessoa de Adeli de Oliveira como o principal articulador de engenhoso esquema de venda de vagas para ingresso no curso de medicina e, igualmente, no processo seletivo de transferência de alunos para o mesmo curso em faculdades do Estado de São Paulo, tudo mediante pagamento de valores entre R$ 80.000,00 e R$ 120.000,00 por vaga, negociados de forma parcelada ou até mediante permuta de bens móveis e imóveis.

Com o avanço das diligências, apurou-se a constituição de sofisticada organização criminosa composta de 3 (três) grupos, todos interligados: 1) Grupo Familiar; 2) Grupo dos Captadores e vendedores de vagas; e 3) Grupo de Intermediários na Universidade Brasil.

O primeiro grupo da organização criminosa é comandado pelo investigado Adeli de Oliveira, que coordena detalhadamente todas as ações, assim como que se vale dos trabalhos de vários subordinados, seus familiares, para organização, preparação das ações criminosas, recebimento e ocultação dos proventos ilícitos.

O segundo grupo surgiu pela necessidade de trazer captadores e vendedores de vagas, pois como o número de aluno é enorme, Adeli de Oliveira, apenas com seus familiares, não teria condições de atender a oferta de vagas em Universidades particulares e a procura dos alunos, valendo-se de outras pessoas para compor o esquema criminoso.

O terceiro grupo por seu turno é o de pessoas ligadas a Universidade Brasil, que possui faculdade de medicina com campus em Fernandópolis-SP, sem os quais seria impossível o êxito do engenho criminoso, sendo identificados também como integrantes da organização criminosa.

A operação contou com a participação de 350 policiais civis apoiados em cada região do Estado, Policiais Civis de Minas Gerais e Promotores de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo. 17 prisões temporárias cumpridas e 55 buscas autorizadas pela Justiça.

A polícia Civil de Assis busca identificar investigados que a quadrilha usava como “clone” para fraudar os vestibulares. Quem souber da identidade de referidas pessoas pode auxiliar através do telefone 181 (disque denúncia), pelo e-mail [email protected] ou https://www.webdenuncia.org.br

Até o momento da deflagração da operação, não foi possível identificar-se as pessoas que se passaram pelos reais candidatos do vestibular, cujas fotos são ora exibidas para esse objetivo, porque há forte suspeita de serem de outros estados da federação. Nesse sentido a Polícia Civil solicita o apoio da população para que tais indivíduos sejam identificados e responsabilizados como membros da organização criminosa.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

modernização

Samar inicia terceira etapa da obra de setorização da distribuição de água na cidade

Publicado em

Obra está sendo realizada na Avenida José Ferreira Batista; previsão é de que seja concluída até o final de julho - Foto: Divulgação

A Samar iniciou nesta segunda-feira (24) a terceira etapa da obra de setorização da distribuição de água da cidade. A obra está sendo realizada na avenida José Ferreira Batista (prolongamento da rua do Fico), em frente ao Supermercado Rondon. As novas tubulações seguirão até a rua Clóvis Pestana. A previsão é que o serviço seja finalizado até o final do mês de julho.

No total, serão instalados 3.000 metros de novas redes adutoras. Segundo a empresa, a obra não afetará o abastecimento das imediações, porém,  parte da via, sentido Centro/Bairro, estará interditada durante os serviços. As novas redes devem interligar a distribuição de água na região dos bairros Nossa Senhora Aparecida, Universo 1 e 2, Castelo Branco e Taane Andraus.

A obra de setorização da distribuição de água foi iniciada em abril de 2018 e deverá ser totalmente finalizada até o final de 2020. O processo prevê a instalação de 40 quilômetros de novas redes e registros de manobras em vários pontos da cidade.

A cidade deverá ser dividida em 42 microssetores. Isso permitirá a gestão mais eficiente do abastecimento da cidade e redução de perdas no sistema.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

vandalismo

Vândalos arrancam aparelho de ginástica de pista de atletismo de Birigui

Publicado em

Vândalos arrancaram um aparelho de ginástico da pista de atletismo localizada na Rua Paraná, Vila Moimáz, em Birigui. Servidores que trabalhavam no local nesta segunda-feira (24) se depararam com o equipamento, que serve para alongamento de braços e pernas, jogado ao chão. A suspeita é de que a ação tenha ocorrido no fim de semana.

O técnico de atletismo da Prefeitura de Birigui, Edson Miguel, lamentou o ocorrido. Segundo ele, cerca de cem pessoas que fazem exercícios físicos na pista de atletismo utilizam os 11 aparelhos de ginástica do local. “Nossa suspeita é de vandalismo”, disse. O aparelho será instalado novamente por servidores da Prefeitura de Birigui.

Em março deste ano, a pista de atletismo de Birigui também sofreu ação que prejudicou o local. O cadeado do portão principal foi coberto por cola. Como o produto usado foi de fortíssima fixação, foi necessário quebrar o cadeado para abrir o portão.

A Polícia Municipal realiza constantes patrulhamentos pela cidade, porém é impossível ficar 24 horas em um mesmo ponto, segundo a Prefeitura. Os policiais percorrem escolas, Unidades Básica de Saúde, feiras livres, praças e demais repartições do município.

LIGUE GRÁTIS

Caso algum morador observe atos de vandalismo pela cidade, basta ligar para 153 (telefone gratuito da Polícia Municipal).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Urgente

Incêndio em residência deixa mulher de 56 anos gravemente ferida em Birigui

Publicado em

Viaturas do Corpo de Bombeiros no bairro Jandaia, onde ocorreu incêndio em residência (Reprodução/ WhatsApp)

Um incêndio em uma residência no bairro Jandaia, em Birigui, deixou uma mulher de 56 anos gravemente ferida, na tarde desta segunda-feira (24).

Nair Gomes da Silva foi socorrida pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa.

O fogo foi controlado pouco antes das 16h. Bombeiros estão na casa incendiada, na Rua Abraão Antônio. Ainda não se sabe o que causou o incêndio.

Bombeiros foram acionados por vizinhos que notaram fumaça no interior da casa. A vítima recebeu atendimento no pronto-socorro da Santa Casa de Birigui e aguarda vaga em hospital especializado em tratamento de queimados.

Como houve abalo na estrutura da casa, a Defesa Civil foi acionada para avaliar o imóvel.

O Regional Press acompanha o caso e outras informações poderão ser publicadas a qualquer momento.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
89