CONECTE CONOSCO

Urgente

Crime em Família: irmãos matam outro e são presos em Araçatuba

Publicado em



Dois irmãos foram presos em flagrante acusados de matarem outro irmão em Araçatuba. O crime aconteceu na noite de ontem (7) no Jardim Universo, periferia da cidade. A motivação seria o furto de um celular.

De acordo com os dados policiais, Vlademir Gomes, 41 anos, morreu após ser agredido pelos irmãos mais novos, Gustavo Vitor Gomes, 29 anos, e Thiago Ilario Gomes, 33 anos.

A briga ocorreu na rua Conde Zepelim e a vítima foi encontrada, agonizando, em uma área verde na estrada no Goulart, perto da Fundação Casa.

Conforme as primeiras informações da polícia, a dupla acusada teria levado o irmão para o mato em um carro. O veículo foi apreendido para ser periciado.

DESCOBERTA DO CRIME

Na noite de ontem, a Polícia Militar recebeu uma ligação informando que havia um homem caído e desacordado em um matagal. O denunciante dizia ser irmão da vítima, mas não falou nada sobre agressão ou briga.

Vlademir foi socorrido pelo resgate do Corpo de Bombeiros, mas chegou sem vida ao hospital.

A Polícia Militar começou a montar o quebra-cabeça da história logo em seguida. Com a informação do ocorrido, os policiais militares Glayson e Teramussi notaram que, pouco antes, haviam atendido uma ocorrência de possível briga entre irmãos perto do local onde a vítima foi encontrada.

Vlademir Gomes tinha 41 anos

Na ocasião, a PM havia sido chamada para conter um desentendimento, mas no local não havia mais ninguém. Uma testemunha revelou ter visto dois irmãos agredirem com golpes de madeira o outro irmão.

A informação chamou a atenção dos policiais que passaram a apurar os dois casos como parte da mesma ocorrência.

Os policiais militares Luís Antônio e Erivelto, que atendiam a morte suspeita,  levaram uma foto da vítima até a testemunha que presenciou a briga e esta confirmou que o rapaz que estava apanhando era o mesmo que havia morrido. Ato contínuo, os policiais militares prenderam Gustavo e Thiago por participação no homicídio.

De acordo com a polícia, outra testemunha chegou a relatar ter visto os dois acusados colocarem a vítima em um Fiat Uno, carro encontrado com os indiciados.

Mesmo com os depoimentos das testemunhas, os acusados negaram a agressão e o assassinato. No entanto, um detalhe observado pelos policiais coloca os acusados na cena do crime.

De acordo com a testemunha que presenciou a agressão, a vítima estava com um frasco de desodorante na mão quando foi surpreendida pelos irmãos. Os PMs acharam um frasco da mesma cor e marca no carro encontrado com os acusados.

Outro dado importante foi o depoimento de uma tia dos envolvidos. Ela afirmou aos policiais que os acusados saíram atrás da vítima ao descobrirem o furto de um celular de dentro de casa.

“Tudo leva a crer que esses irmãos mataram o outro por causa desse celular”, disse o delegado Abelardo Alves Gomes durante o auto de prisão em flagrante, na madrugada de hoje (8), no plantão policial de Araçatuba. O procedimento foi acompanhado em primeira mão pelo Regional Press.

O corpo de Vlademir Gomes foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico. Ainda na Santa Casa, a equipe médica plantonista constatou hematomas na vítima. O laudo do legista vai apontar o que causou a morte. A polícia também apura se houve algum tipo de asfixia.

De acordo com os policiais que atenderam a ocorrência, os presos não teriam esboçado qualquer reação ou sentimento pela morte do irmão. O velório deve ocorrer no decorrer no dia. Enquanto isso, os irmão deverão estar em uma cela da cadeia de Penápolis. A ação contou com o apoio do sargento Barros e cabo Roque.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

Urgente

Acusado de abusar de menino especial é agredido pela população e acaba preso em Araçatuba

Assista entrevista com o acusado e com policial militar

Publicado em

Momento em que o acusado chegou com a PM à delegacia, em Araçatuba (Foto: Silvio Romero/ Araçatuba Acontece)

Um homem de 42 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar acusado de abusar sexualmente de um menino de 15 anos, na noite desta segunda-feira (17), em Araçatuba.

A vítima, portadora de necessidades especiais, passaria por exame de corpo de delito na madrugada de hoje (18).

O acusado foi agredido por populares e escapou por pouco de um linchamento. Preso pela PM, o suspeito, com ferimentos na cabeça e nas costelas, foi levado ao pronto-socorro municipal e apresentado no plantão policial.

A Polícia Militar recebeu ligações informando que um homem estaria sendo agredido por populares na Rua Clarismundo de Mello, bairro Boa Vista, após ser flagrado abusando de um adolescente especial.

Os PMs, cabo Gleyson e soldado Ravanhani, apuraram que o acusado havia escapado da população e estaria pelo bairro. O indiciado foi localizado e preso em um terreno baldio na Rua Clibas de Almeida Prado.

Com antecedentes criminais por furto e porte de arma, o acusado, identificado pelas iniciais A.A.P., negou o crime ao chegar à delegacia.

Mas, diante das evidências, ele foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. O caso continua sendo investigado.

Assista entrevista com o acusado e com policial militar:

Por Silvio Romero/ Araçatuba Acontece

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

tragédia

Pai não aceita separação, mata filho de 4 anos e se suicida

O homem de 37 anos também não aceitava que a mulher tivesse um novo namorado e disse que "queria vê-la sofrer"

Publicado em

Um homem de 37 anos matou o próprio filho, de 4 anos, e, em seguida, se suicidou na cidade de Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba (PR).

Segundo informações da polícia, o pai, Neri da Rosa, não aceitava o fim do relacionamento com a mãe de David Gabriel Franco da Rosa, Simone Franco, e queria que “ela sofresse”.

Ainda de acordo com a PM, o pai teria enforcado o filho enquanto ele dormia e, depois, em outro cômodo da casa, se pendurou em um corda, no domingo (16). No local do crime, uma carta de despedida foi encontrada.

“Ele deixou tipo um diário para sua esposa, a condenando pelo fato absurdo que ele cometeu ao matar seu filho, uma criança, um anjo de quatro anos de idade”, disse Job Freitas, superintendente da Polícia Civil de Curitiba, ao jornal Ric Mais.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Caso Neymar

Justiça expede mandado de busca e apreensão do celular de Najila Trindade

Publicado em

A modelo Najila Trindade prometeu que entregaria seu celular para autoridades até o dia 11 de junho, mas ainda não deu o aparelho. Por conta disso, a Justiça atendeu uma solicitação da Polícia Civil e expediu mandado de busca e apreensão do celular da mulher que acusa Neymar de estupro. As informações são do UOL.

De acordo com o UOL Esporte, Najila não entregou o telefone, que pode conter informações do caso, para autoridades da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo.

A Polícia Civil, então, solicitou à Justiça a busca e apreensão do celular. O Ministério Público se manifestou a favor do pedido apenas para colher dados de conversas entre a modelo com Neymar e com uma amiga.

Najila afirma possuir um vídeo de sete minutos em seu celular, gravado no segundo encontro com Neymar. Um trecho da gravação, de pouco mais de um minuto, foi divulgado com a modelo dando tapas no jogador e reclamando da noite anterior. A recusa em dar o celular para a polícia fez com que o advogado Danilo Garcia de Andrade saísse do caso.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
81