CONECTE CONOSCO

Urgente

Crime em Família: irmãos matam outro e são presos em Araçatuba



Dois irmãos foram presos em flagrante acusados de matarem outro irmão em Araçatuba. O crime aconteceu na noite de ontem (7) no Jardim Universo, periferia da cidade. A motivação seria o furto de um celular.

De acordo com os dados policiais, Vlademir Gomes, 41 anos, morreu após ser agredido pelos irmãos mais novos, Gustavo Vitor Gomes, 29 anos, e Thiago Ilario Gomes, 33 anos.

A briga ocorreu na rua Conde Zepelim e a vítima foi encontrada, agonizando, em uma área verde na estrada no Goulart, perto da Fundação Casa.

Conforme as primeiras informações da polícia, a dupla acusada teria levado o irmão para o mato em um carro. O veículo foi apreendido para ser periciado.

DESCOBERTA DO CRIME

Na noite de ontem, a Polícia Militar recebeu uma ligação informando que havia um homem caído e desacordado em um matagal. O denunciante dizia ser irmão da vítima, mas não falou nada sobre agressão ou briga.

Vlademir foi socorrido pelo resgate do Corpo de Bombeiros, mas chegou sem vida ao hospital.

A Polícia Militar começou a montar o quebra-cabeça da história logo em seguida. Com a informação do ocorrido, os policiais militares Glayson e Teramussi notaram que, pouco antes, haviam atendido uma ocorrência de possível briga entre irmãos perto do local onde a vítima foi encontrada.

Vlademir Gomes tinha 41 anos

Na ocasião, a PM havia sido chamada para conter um desentendimento, mas no local não havia mais ninguém. Uma testemunha revelou ter visto dois irmãos agredirem com golpes de madeira o outro irmão.

A informação chamou a atenção dos policiais que passaram a apurar os dois casos como parte da mesma ocorrência.

Os policiais militares Luís Antônio e Erivelto, que atendiam a morte suspeita,  levaram uma foto da vítima até a testemunha que presenciou a briga e esta confirmou que o rapaz que estava apanhando era o mesmo que havia morrido. Ato contínuo, os policiais militares prenderam Gustavo e Thiago por participação no homicídio.

De acordo com a polícia, outra testemunha chegou a relatar ter visto os dois acusados colocarem a vítima em um Fiat Uno, carro encontrado com os indiciados.

Mesmo com os depoimentos das testemunhas, os acusados negaram a agressão e o assassinato. No entanto, um detalhe observado pelos policiais coloca os acusados na cena do crime.

De acordo com a testemunha que presenciou a agressão, a vítima estava com um frasco de desodorante na mão quando foi surpreendida pelos irmãos. Os PMs acharam um frasco da mesma cor e marca no carro encontrado com os acusados.

Outro dado importante foi o depoimento de uma tia dos envolvidos. Ela afirmou aos policiais que os acusados saíram atrás da vítima ao descobrirem o furto de um celular de dentro de casa.

“Tudo leva a crer que esses irmãos mataram o outro por causa desse celular”, disse o delegado Abelardo Alves Gomes durante o auto de prisão em flagrante, na madrugada de hoje (8), no plantão policial de Araçatuba. O procedimento foi acompanhado em primeira mão pelo Regional Press.

O corpo de Vlademir Gomes foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico. Ainda na Santa Casa, a equipe médica plantonista constatou hematomas na vítima. O laudo do legista vai apontar o que causou a morte. A polícia também apura se houve algum tipo de asfixia.

De acordo com os policiais que atenderam a ocorrência, os presos não teriam esboçado qualquer reação ou sentimento pela morte do irmão. O velório deve ocorrer no decorrer no dia. Enquanto isso, os irmão deverão estar em uma cela da cadeia de Penápolis. A ação contou com o apoio do sargento Barros e cabo Roque.

Deixe sua opinião

Fonte:
Anunciante