Oi, o que você está procurando?

IMIGRAÇÃO

Princesa Mako, da Família Imperial Japonesa, visita Araçatuba

A princesa Mako, Neta do imperador Akihito e filha mais velha do príncipe Akishino, segundo na linha de sucessão imperial, chegou sob forte esquema de segurança e uma série de restrições ao trabalho da imprensa, por volta de meio-dia, na Associação Cultural Nipo Brasileira de Araçatuba. Ela está no Brasil participando dos eventos em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil.

Ela foi recepcionada na Associação Nipo por dezenas de crianças que estavam debaixo de sol segurando bandeiras do Brasil e do Japão, e depois se posicionou em uma mesa de autoridades no salão de eventos.

A abertura da solenidade foi feita pela banda regimental da Polícia Militar, que entoou os hinos do Japão e do Brasil. Houve pronunciamento do presidente da Federação das Associações Culturais Nipo Brasileiras da Noroeste, Shinichi Yassunaga, do prefeito Dilador Borges e a princesa finalizou os discursos.

Em seguida participou de um almoço fechado no teatro da Nipo, com aproximadamente 40 pessoas. Os demais convidados almoçaram no salão de eventos da entidade. Do almoço ela saiu direto para o veículo que a aguardava em frente a Associação e parou para tirar fotos com tietes.

Várias autoridades participaram da solenidade, como prefeitos nikkeis da região, o juiz de direito Emerson Summariva Junior, o comandante do CPI-10, coronel Paulo Augusto Leite Motooka, o ex-prefeito Cido Sério e outros.

Mako chegou a São Paulo no sábado 21, e participou do Festival do Japão, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, onde viu apresentações de dança e músicas típicas. Também, visitou o Museu da Imigração Japonesa no Bairro da Liberdade. Depois passou por Marília, Promissão, Cafelândia e Araçatuba. A agenda segue por outros estados até a região norte do país.

RESTRIÇÕES

O trabalho da imprensa ficou bastante restrito durante a visita da princesa. Inicialmente jornalistas e cinegrafistas foram posicionados, pela equipe de cerimonial da Princesa, na entrada da Nipo debaixo de sol forte, de onde não puderam sair.

Regras para cobertura do evento foram enviadas por e-mail e entregues impressas para as equipes de jornalismo locais que cobriram o evento. Os jornalistas foram orientados que seria expressamente proibidos passar em frente a princesa, direcionar o microfone a ela e fazer qualquer tipo de pergunta, filmá-la no almoço e captar imagens de costa.

No entanto, o cerimonial não se atentou que posicionou todos os câmeras de frente às crianças que fizeram a recepção, e não restou outro ângulos aos profissionais, sendo que a princesa acabou não ficando de frente para os profissionais. Após a fala da princesa todos da imprensa local foram convidados a deixar a Nipo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!