Oi, o que você está procurando?

Tragédia

Primo mata bebê de 1 ano atropelada no interior de Goiás

Um acidente deu um triste fim a uma confraternização familiar, no último sábado (14), em Itumbiara, no interior de Goiás. O gesseiro Wilson Santos Silva, de 33 anos, atropelou a prima Mariah Pereira Silva, de apenas 1 ano, quando deixava a casa da avó da criança, onde todos os parentes se reuniam. As informações são do G1.

Segundo o advogado de Wilson, o cliente, que é surdo, está transtornado com o ocorrido e afirma que não viu a criança. O motorista atingiu a menina com a parte traseira do carro, quando manobrava o veículo.

A tia-avó da vítima, Jovenita Lourenço Silva, que também mora no local, conta que os pais da menina e outros parentes estavam sentados na porta da residência e não viram quando a criança foi para a rua.

“Eles estavam lá e também não viram, não sabem nem explicar. Um amigo do meu sobrinho ouviu um barulho e, quando o Wilson saiu com o carro, viram ela lá no chão”, explicou Jovenita.

Os familiares acionaram o Corpo de Bombeiros. A equipe socorreu Mariah e a encaminhou para um hospital, onde já chegou sem vida.

Após o acidente, Wilson voltou ao local do atropelamento e foi detido. De acordo com o delegado Vinícius Penna, responsável pelo caso, ele foi autuado em flagrante por homicídio culposo na direção de veículo, quando não há a intenção de matar, com agravante pela ingestão de bebida alcoólica.

O delegado informou também que, apesar da deficiência, Wilson tinha uma Carteira Nacional de Habilitação válida.

Segundo a legislação, quem é surdo pode obter a licença para dirigir normalmente, mas deve utilizar um adesivo no veículo com o símbolo internacional de surdez.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!