CONECTE CONOSCO

atrás das grades

Rocam prende traficante com 23 pinos de cocaína em Araçatuba

Abordagem ocorreu no bairro Porto Real

Publicado em



Uma abordagem realizada por policiais militares da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) resultou na prisão de um homem por tráfico de drogas, nesta segunda-feira (11), em Araçatuba. A ação ocorreu na rua João Ferreira dos Santos, bairro Porto Real.

Identificado como M.L.R., o acusado foi surpreendido com 23 pinos de cocaína e outros mil pinos vazios, iguais aos apreendidos com o entorpecente.

CAPTURA

Em outra ação, a Força Tática capturou, em Araçatuba, um homem que estava sendo procurado por roubo tentado. A prisão ocorreu na avenida Joaquim Pompeu de Toledo, durante uma fiscalização de rotina.

Ao consultar o documento do abordado, os PMs descobriram que havia um mandado de prisão contra ele.

Deixe sua opinião

Fonte:
Anunciante

RUA DO FICO

Barbeiro e cabeleireiro são presos em flagrante acusados de assalto

Publicado em

Um barbeiro de 20 anos morador no Jardim Rosele e um cabeleireiro, com a mesma idade, residente no conjunto habitacional Atlântico, foram presos em flagrante acusados de assalto contra uma auxiliar administrativo de 49 anos. A mulher foi abordada quando saia do emprego e entrava em seu carro para ir almoçar.

Ao abrir a porta do carro, que estava estacionado na rua Cesário Mota, os bandidos pararam de moto ao seu lado e o garupa anunciou o assalto. Ele desceu da moto, se aproximou da mulher tomou sua bolsa. A dupla fugiu e a vítima conseguiu marcar os números da placa da moto e as características dos criminosos.

Durante patrulhamento Policiais militares localizaram os suspeitos na rua José Xavier Couto. Eles negaram participação no crime. Mas, tanto a moto quanto os homens foram reconhecidos pela vítima, inclusive a voz do assaltante que a rendeu. A mulher chegou a ficar em pânico ao ver os acusados na sala de reconhecimento, mesmo com os acusados não tendo contato visual com ela.

A dupla foi presa em flagrante e ficou à disposição da Justiça.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

VIOLÊNCIA

Estudante diz à polícia que esfaqueou colega por sofrer bullying e brigar em jogo de pingue-pongue

Vítima levou 11 facadas no caminho para a escola em Araçatuba (SP). Agressor chegou a fazer um buraco nas folhas do caderno no formato da faca para escondê-la.

Publicado em

Jovem fez um corte no caderno para esconder a faca em Araçatuba — Foto: Divulgação/Polícia Militar

O estudante de 15 anos que esfaqueou o colega da escola 11 vezes durante o caminho para a aula, em Araçatuba (SP), alegou à polícia que cometeu o crime por sofrer bullying e por brigar com a vítima durante um jogo de pingue-pongue, segundo o delegado Getúlio Nardo.

O crime foi em uma rua de terra, que é um caminho alternativo de acesso entre os bairros Porto Real e Ezequiel Barbosa. Os dois se encontraram quando estavam indo para Escola Estadual Ezequiel Barbosa e aconteceu a agressão.

“Pelo o que ele alega é que o menino estava fazendo bullying e vivia perturbando. Afirmou que o menino dizia que ele não conseguia fazer nada, ‘zoando’ com ele e, por isso, tomou essa atitude. Além disso, falou que teve o problema com o jogo do pingue-pongue, um ganhou do outro e a vítima ficava perturbando. Mas tudo isso vai ser investigado”, afirma.

De acordo com a polícia, o estudante, mesmo ferido, conseguiu correr e pedir ajuda. Ele foi levado para Santa Casa de Araçatuba.

Em nota, a assessoria de impressa do hospital informou que a vítima levou 11 facadas principalmente nas costas, peito e braços, passou por avaliação médica e o estado de saúde é estável.

O adolescente agressor também se machucou. Ele chegou a ser levado para o pronto-socorro para ser atendido e depois foi levado para delegacia.

Posteriormente, por decisão da Justiça, o menor foi transferido ao presídio de Penápolis (SP), onde permanece à disposição da Justiça em local separado aguardando vaga em uma Fundação Casa.

A faca usada pelo agressor estava escondida no caderno dele, que foi achado com recorte nas folhas no formato da faca para encaixá-la dentro.

Jovem fez um corte no caderno para esconder a faca em Araçatuba — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Em nota, a Diretoria de Ensino de Araçatuba informou que lamenta o ocorrido e vai colaborar com a investigação.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

violência

Mulher é morta a facadas em Dracena; ex-marido é o principal suspeito

Publicado em

Foto: reprodução

Uma mulher de 30 anos, identificada como Danielle Galdino B. Ishizu, foi assassinada a facadas na casa dela na manhã desta segunda-feira (20), em Dracena (SP).

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima foi socorrida e levada para um hospital da cidade, mas não resistiu.

O principal suspeito de cometer o crime é o ex-marido da mulher. A reportagem do SBT Interior apurou que parentes do suspeito presenciaram o crime.

O homem chegou a fugir, mas buscas foram feitas na cidade e ele se entregou na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) durante a tarde desta segunda-feira (20). O suspeito deve passar por audiência de custódia nesta terça-feira (21). (Com informações SBT Interior).

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

exclusivo

Pedreiro denuncia que ex-mulher vendeu bebê para pagar dívida

Publicado em

Um pedreiro de 50 anos, residente em um pequeno município vizinho a Araçatuba, fez uma grave denúncia na Polícia Civil, que deverá abrir um inquérito e apurar o caso. De acordo com ele, sua ex-mulher teria vendido uma bebê com pouco mais de um ano, pelo valor de R$ 2 mil, para pagar uma dívida de pensão alimentícia ao ex-marido, que tem a guarda definitiva de duas filhas do casal.

Uma equipe do Regional Press conversou com o pedreiro, que deu detalhes de sua denúncia à polícia. Ele explicou que há cinco anos conheceu sua ex-mulher. Na época ela tinha 16 anos e ele 45. Os dois começaram a se relacionar e em pouco tempo estavam morando juntos. Da união veio a primeira filha, hoje com cinco anos.

Após um período os dois se separaram e a mulher apareceu grávida. O pedreiro reatou o relacionamento e assumiu a criança, registrando em seu nome. Hoje a filha mais velha tem cinco anos e a outra menina, dois anos e meio. Passado algum tempo ele descobriu que a ex-mulher estava trabalhando como garota de programa, em casas de prostituição da região.

O homem afirma que juntou provas e entrou na Justiça pedindo a guarda das duas filhas. A Justiça concedeu a guarda definitiva, e o pedreiro mostrou todos os documentos comprovando a decisão judicial. A mulher foi condenada ainda a pagar um valor mensal referente à pensão alimentícia ao ex-marido que ficou com as filhas. Hoje o homem recebe um auxílio do governo no valor de R$ 170 e divide seu tempo entre os afazeres de casa e a profissão de pedreiro, além de levar e buscar as crianças na creche.

Ele disse que depois da separação, a mulher engravidou de novo, e teve mais uma menina, que hoje está com pouco mais de um ano. O pedreiro conta que ela chegou a oferecer a criança para ele, mas como era recém-nascida, não teve como ficar, porque é sozinho e não daria conta.

Ele revelou que recentemente ligou para a ex-mulher perguntando sobre o pagamento da pensão, e ela afirmou que havia encontrado o pai da bebê, que iria dar uma ajuda para ela, e com o dinheiro pagaria a pensão devida. “Eu conheço pessoas que são ligadas a ela. Descobri e tenho provas de que a pessoa que registrou essa bebê não é o pai biológico, e está se passando pelo pai para justificar a compra da criança, pelo valor de R$ 2 mil”, relatou.

O pedreiro diz que sabe quem é o verdadeiro pai da menina, e o homem que registrou a criança não é o verdadeiro pai. A ex-mulher, segundo ele, está foragida por conta da dívida da pensão, que acabou não sendo paga. Ele entregou indícios de tudo o que expôs à polícia e disse que a criança está em risco, pelo que já teria apurado sobre o homem que registrou e está com a bebê. “A criança está com um homem solteiro que é ligado a casas de prostituição. Eu tenho provas”, afirmou.

Como já tem a guarda das outras duas meninas, agora ele tentará obter a guarda da bebê, para que ela possa crescer junto às irmãs. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

©2018 Regional Press- Direitos Reservados | Vamos fazer um site? Logo RC Criativa