Oi, o que você está procurando?

Queimadas nas rodovias paulistas aumentam em agosto

Agosto é o mês com mais incidências de queimadas nas rodovias paulistas. Só para se ter uma ideia, 63% das ocorrências na malha rodoviária estadual se concentraram entre junho e setembro do ano passado. O mês de agosto concentrou 28,3% deste total, com 1.287 registros. Esse aumento se dá, justamente, porque o clima fica mais seco nesse período.

Por conta disso, foi criada a Operação Corta Fogo com a meta de preservar a mata e reduzir o total de casos. Além da ação, é fundamental que os motoristas se atendem a dicas de segurança para a prevenção de acidentes.

Operação Corta Fogo
A Artesp orientou as concessionárias a reforçar mensagens de prevenção em seus Painéis de Mensagem Variáveis para que os usuários que identificarem pontos de queimadas ao lado das pistas possam informar a localização e o combate às chamas ser agilizado. Os motoristas lerão nos painéis “Incêndio na rodovia? Ligue 193” (bombeiros); ou “Incêndio na rodovia? Ligue 0800 xx” (número da concessionária). Ao todo são 267 telas eletrônicas que exibem letreiros com mensagens nas rodovias.

Dicas de segurança
As queimadas comprometem a segurança do motorista, já que a fumaça reduz a visibilidade, o que pode levar a acidentes, principalmente colisões traseiras. No caso do motorista se deparar com alguma queimada na rodovia, além de avisar os órgãos competentes, ele pode tomar algumas precauções para prevenir acidentes:

– fechar o vidro do veículo;
– manter distância segura do veículo da frente;
– trafegar com farol baixo aceso;
– não ligar o pisca alerta com o veículo em movimento;
– não parar na faixa de rolamento.

Causas
Uma das principais causas de queimadas nas rodovias é o lançamento de bitucas de cigarros pelas janelas dos veículos. Essa ponta acesa serve de ignição para o incêndio na vegetação seca.

Outros fatores são a utilização de fogo para limpeza de terrenos, queima de lixo, fogueiras, queimadas para fins agrícolas não autorizadas e também os balões. Nas faixas de domínio das rodovias, boa parte dos focos é provocada pela própria população vizinha à estrada ou transeuntes, principalmente nas áreas mais próximas aos aglomerados urbanos.

Concessionárias
Para agilizar o combate aos incêndios na mata localizada na faixa de domínio das rodovias, as concessionárias aumentam o número de carros-pipas de serviço nessa época do ano. Algumas concessionárias dispõem ainda de tanques rebocáveis e também firmam parcerias com usinas, indústrias e outros estabelecimentos empresariais com estrutura para o combate ao fogo. Em trechos urbanos de algumas rodovias é desenvolvido um trabalho junto à comunidade com orientações sobre o risco de atear fogo ao lixo e outros detritos próximo da rodovia.

Balanço
Em 2015, foram registrados 4.551 focos de incêndio nos 6,4 mil quilômetros da malha rodoviária gerenciada pela Artesp. Entre janeiro e maio desse ano, ainda que não seja período de seca, ocorreram 2.662 focos, um aumento de 120% em relação ao mesmo período de 2015.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!