Oi, o que você está procurando?

Homens e negros são maioria dos casos de mortes no país por arma de fogo

Quase 1 milhão de pessoas morreram por disparos de armas de fogo no país, entre 1980 e 2014. Cerca de 85% dessas mortes foram homicídios.

Os dados estão no Mapa da Violência do Brasil que mostra ainda que os homens e negros, entre 15 e 29 anos, estão no topo da lista das vítimas.

Só em 2014, segundo o estudo, as armas de fogo mataram quatro vezes mais que a Aids. O Mapa da Violência mostra que esse cenário poderia ser bem pior se não fosse a política de desarmamento adotada no país desde 2003.

O pesquisador responsável pelo estudo, Julio Jacobo, acredita que de lá pra cá muitas mortes foram evitadas, mas ainda faltam políticas públicas para erradicar a violência.

Em 2014, São Luís (MA), figurou entre as seis capitais com maior índice de mortes por arma de fogo. Enquanto a taxa nacional foi de 21 vítimas a cada 100 mil habitantes, nessas capitais a taxa foi de 30 assassinatos a cada 100 mil. Julio Jacobo relaciona esses números a fatores sociais.

O Brasil ocupa a 10ª posição entre as 100 nações com maiores taxas de homicídios por arma de fogo, listadas no Mapa da Violência. Com o pior resultado está Honduras, que apresenta uma taxa de 66 mortes a cada 100 mil habitantes.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!