Oi, o que você está procurando?

Ame + Cuide + Viva +

Parada do Orgulho LGBT+ será virtual pelo 2º ano seguido

Este é o segundo ano consecutivo em que o evento acontece sem o famoso desfile de trios elétricos

Foto: Ariel Schalit/AP

A Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo celebra neste domingo (6), a partir das 14h, sua 25ª edição com uma programação inteiramente virtual e repleta de apresentações musicais, entretenimento e orientações sobre o tema HIV/Aids: Ame + Cuide + Viva +.

Este é o segundo ano consecutivo em que o evento acontece sem o famoso desfile de trios elétricos pelas avenidas Paulista e Consolação, no Centro da capital. Em 2020, a celebração que ocorreria em junho foi adiada para o segundo semestre por causa da pandemia e acabou sendo realizada somente pela internet, por meio de transmissões ao vivo que chegaram a 11 milhões de visualizações.

Na edição que marca os 25 anos da Parada de SP, a dupla de influenciadores digitais Eduardo Camargo e Filipe Oliveira, do canal Diva Depressão, ficará responsável por entreter o público ao longo das oito horas de programação, que contará com shows das cantoras Pabllo Vittar e Glória Groove. (link para acompanhar o evento)

Conhecidos na comunidade LGBT+ também farão parte do evento, como Lorelay Fox, Spartakus, Natália Neri, Mandy Candy, Bielo, Lucas Raniel, Louie Ponto, Jean Luca, Tchaka e Alberto Pereira Jr.

Segundo a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT – SP), o intuito de adaptar o formato do evento ao contexto atual é promover um momento de celebração da vida e do amor, assim como combater o estigma e o preconceito relacionados ao HIV (sigla em inglês para vírus da imunodeficiência humana) e à Aids (síndrome de imunodeficiência adquirida, em inglês), doença provocada pelo vírus.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!