Oi, o que você está procurando?

Retomada

SP pode ter maior flexibilização a partir da próxima semana

Governador João Doria afirmou, durante coletiva à imprensa desta quarta-feira (5), que está otimista com a evolução para uma fase menos restritiva

Doria disse que a confirmação da flexibilização será na sexta-feira (7), após avaliação dos dados do Centro de Contingência da Covid-19 - Foto: Divulgação

Após quase dois meses de fases restritivas, o Estado de São Paulo, ou pelo menos parte dos municípios, poderá avançar na flexibilização dos setores econômicos. Foi o que disse em coletiva à imprensa, no início da tarde desta quarta-feira (5), o governador João Doria (PSDB).

“Eu devo dizer, com base nas informações do Centro de Contingência, que estamos otimistas com relação à evolução do processo. Evolução positiva do Plano São Paulo migrando talvez para uma fase menos restritiva. Mas isto só teremos a confirmação de fato na sexta-feira com os dados que serão avaliados amanhã (6), no final da tarde, pelo Centro de Contingência do Covid-19″, disse o governador.

O governo paulista irá anunciar, na próxima sexta-feira (7), a nova fase do Plano São Paulo que passará a valer na segunda-feira (10).

Os indicadores da pandemia, como transmissão, internação e óbitos, apesar de ainda preocupantes, estão retrocedendo, segundo o Estado, o que pode dar espaço para uma flexibilização maior que a atual fase de transição, que fica entre a fase vermelha, mais restritiva, e a laranja.

Na atual fase, o comércio, shoppings, galerias, restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais, como cinemas, teatros e museus, podem funcionar das 6h às 20h, com atendimento presencial limitado a 25% da capacidade. O toque de recolher continua valendo, das 20h às 6h.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!