Oi, o que você está procurando?

com faca

Homem é preso pela PM acusado de furto e estupro contra a ex-mulher

Homem ainda urinou na perna da ex-companheira e após as agressões tentou forçá-la a fazer sexo oral

Imagem Ilustrativa

Um pintor de 50 anos, morador no bairro Cecap, em Araçatuba, foi detido em flagrante por policiais militares na noite de sábado (1) acusado de estupro, violência doméstica e furto contra a ex-mulher, uma dona de casa de 45 anos. Ela foi agredida e teve o carro levado pelo acusado após os abusos praticados em frente ao cemitério Recanto de Paz, no Jardim Rosele.

A mulher possui medida protetiva emitida em agosto do ano passado, impedindo a aproximação do acusado. No entanto, o homem faz visitas aos filhos, mas segundo a mulher, ela não mantém contato com ele. Na noite de sábado, a ex-sogra ligou para a vítima dizendo que o acusado queria ver os filhos, porque ele iria viajar a trabalho e ficar vários meses fora da cidade.

Um sobrinho da vítima chamou um Uber para o acusado, que chegou na residência da vítima no final da tarde. Já no início da noite ele disse que queria comprar cerveja e pediu para que ela o acompanhasse. Eles saíram no carro da vítima, um Corsa Wind, e foram até um depósito na rua Marcílio Dias.

No caminho eles discutiram porque a mulher o acusou de estar dando em cima de uma sobrinha dela. O acusado, que dirigia o veículo, desviou o caminho e parou em frente ao cemitério, em um local escuro. Bastante alterado ele passou a agredir a ex-mulher com socos nos braços, causando hematomas, e também atingiu as costas, pescoço, e a boca, ocasionando inchaço nos lábios.

Urinou na mulher

Depois ele pegou uma faca de cozinha, retirou o órgão genital dele para fora da bermuda, urinou na perna esquerda dela e tentou obrigá-la a fazer sexo oral nele segurando a vítima pela cabeça a puxando na direção do pênis, mas ela resistiu. O homem passou a desferir mais socos contra a vítima, bem como apontou a faca para o pescoço dela.

O tempo todo ele dizia que iria matar a vítima e que não se importava com o que os filhos pensassem dele, porque não tinha mais nada a perder. A vítima se aproveitou de uma distração do acusado, pegou a carteira dela que estava caída no assoalho do carro, conseguiu abrir a porta do veículo, quando então o autor disse que era isso mesmo que ele queria, referindo-se ao automóvel, fugindo em seguida sentido ao bairro Verde Parque, onde momentos antes teria dito que iria encontrar com uma mulher.

A vítima encontrou um vigilante na rua o qual acionou a Policia Militar. A mulher foi encaminhada ao Plantão Policial e passou por exame de corpo de delito. Os PMs soldados Vicente e Freitas, que prestaram apoio a vítima, também conseguiram localizar o acusado durante diligências e o detiveram em flagrante.

Ele estava no conjunto habitacional Águas Claras, perto do carro da vítima, e alegou que o veículo também pertencia a ele, porque foi comprado enquanto eram casados. Já a mulher disse que na separação ela ficou om direito total ao veículo. No veículo foi encontrada a faca descrita pela vítima. O homem admitiu as agressões mas negou que tivesse tentado forçar a mulher a praticar sexo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
77