Oi, o que você está procurando?

Política

Câmara de Araçatuba aprova comissão para fiscalizar trabalho do CCZ

Comissão será formada pelos vereadores Cristina Munhoz (PSL), Dunga (DEM) e Lucas Zanatta (PV)

Foto: Angelo Cardoso/Câmara Araçatuba

A Câmara de Araçatuba aprovou, nesta segunda-feira (24), o projeto de resolução que prevê a criação de uma comissão especial de três vereadores para acompanhar e fiscalizar os trabalhos do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A matéria, de autoria da vereadora Cristina Munhoz (PSL), foi aprovada por 13 votos a 1, durante a 17ª sessão ordinária do ano.

Além da autora, votaram a favor os vereadores Antônio Edwaldo Dunga Costa (DEM), Boatto (MDB), Arnaldinho (Cidadania), Evandro Molina (PP), Gilberto Batata Mantovani (PL), Coronel Guimarães (PSL), Dr. Jaime (PSDB), Lucas Zanatta (PV), Maurício Bem-Estar (PP), Nelsinho Bombeiro (PV), Regininha (Avante) e Wesley da Dialogue (PODE). O único voto contrário foi do vereador Arlindo Araújo (MDB).

Conforme Cristina Munhoz, a ideia de propor o projeto surgiu por causa de reclamações e denúncias de munícipes sobre os serviços do centro de zoonoses. “O dever do vereador é fiscalizar. A pedido de muitas pessoas que nos procuraram no gabinete ou pelas nossas redes sociais, me vi na obrigação de apresentar este projeto. As pessoas querem saber como o CCZ funciona, o que é feito com os animais pós-adoção e por que pararam com a castração”, justificou.

Dentre os serviços que serão fiscalizados estão os relatórios de entrada de animais, testes de leishmaniose, animais adotados e eutanásias realizadas. A comissão será formada pela autora do projeto, que será a presidente, além dos vereadores Dunga e Zanatta (membros). Os três deverão concluir seus trabalhos e apresentar um relatório ao plenário até 30 dias antes do término da atual legislatura.

Adiados

A pauta original da 17ª sessão ordinária também trazia duas outras matérias assinadas pelo vereador Gilberto Batata Mantovani (PL). Foi retirado o projeto de lei que pretendia autorizar a instalação de dormitórios, comedouros e bebedouros públicos para animais de rua no município. O outro item foi adiado por uma sessão após solicitação do vereador Batata. O parlamentar pretende fazer adequações no texto do projeto de resolução que trata da instalação de parklets na cidade.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!