Oi, o que você está procurando?

INVESTIGAÇÃO

Investigada por dar chinelada no rosto de enteada foge com menina

Criança foi deixada por três adolescentes na delegacia de Barbosa; mulher não foi encontrada

A mulher de 21 anos, investigada pela Polícia Civil por agredir a enteada com uma chinelada no rosto, em Barbosa, agora é acusada de ter sequestrado a vítima. Ela teria fugido na tarde de quarta-feira (5) com a criança, que tem três anos, deixando-a, horas depois, na delegacia do município.

Segundo a mãe da menina, de 18, a companheira furtou o celular dela. Na noite da última segunda-feira (3), ela pediu ajuda ao Conselho Tutelar, informando que a investigada, com quem mantém um relacionamento há um ano, mas há cinco meses estavam morando em Barbosa, passou a tratar a criança de forma agressiva, proferindo xingamentos.

A jovem ainda disse que a mulher agrediu a vítima com um tapa no rosto, argumentando que ela se parecia fisicamente com o pai, além de não deixá-la sair do imóvel para denunciar o caso à polícia, ameaçando que bateria mais na criança. Na época, a mulher foi encontrada pela PM e levada ao plantão policial, no entanto, a delegada plantonista, por considerar que não houve flagrante das agressões, optou por liberar a investigada.

Sequestro

Após isso, a garota foi com a filha para a casa do pai dela e, conforme apurado, a Justiça concedeu medidas protetivas prevista na Lei Maria da Penha, porém, a jovem relatou que, na tarde de ontem, foi até praça Nove de Julho, na região central de Penápolis, onde encontrou a ex-companheira, onde pegaria um dinheiro com ela.

Ela estava acompanhada da criança e, antes mesmo de conversarem, a investigada pegou o celular dela, a criança e entrou em um carro que esperava, deixando o local. Uma equipe da PM foi acionada e foi até a residência da investigada, em Barbosa, não sendo encontrada. Os militares voltaram para a cidade e, quando apresentavam a ocorrência no plantão policial, no início da noite, foram comunicados que a criança tinha sido deixada na delegacia em Barbosa por três adolescentes.

A vítima foi entregue ao Conselho Tutelar, que levou-a até o plantão para a mãe. A mulher, que já responde inquérito por lesão corporal, violência doméstica e ameaça, agora também será indiciada por sequestro, cárcere privado, furto e por desrespeitar as medidas protetivas. O caso segue em investigação. (Por: Ivan Ambrósio)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!