Oi, o que você está procurando?

Pandemia

Araçatuba confirma mais quatro mortes por Covid-19

Município acumula 605 óbitos pela doença desde o início da pandemia

Araçatuba confirmou, nesta sexta-feira (30), mais quatro mortes por Covid-19, chegando aos 605 óbitos desde o início da pandemia. As vítimas são três mulheres, de 65, 67 e 72 anos, e um homem de 48 anos de idade. Três mortes ocorreram nesta sexta – apenas a idosa de 67 anos faleceu na quinta, mas teve o óbito confirmado hoje.

De outro lado, o número de casos positivos diminuiu nesta sexta-feira em relação aos outros dias da semana. Foram notificados, hoje (30), 18 pacientes infectados pelo novo coronavírus. Na quinta, foram 33; na quarta, 51; e na terça, 78. Até agora, 20.209 pessoas tiveram a doença no município, das quais 19.086 estão curadas.

Outros 234 pacientes aguardam resultado de exames e 857 estão em tratamento domiciliar – na quinta, eram 1.456 pessoas nesta condição.

Nos hospitais, houve cinco altas de moradores de Araçatuba. Permanecem internados 66 pacientes, sendo 37 em leitos de enfermaria e 29 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), dos quais 16 estão entubados e em ventilação mecânica.

A Santa Casa permanece com 39 internados, sendo 20 em leitos de isolamento e 19 em UTI (sete em ventilação mecânica). O Hospital Unimed, que tinha 17 doentes, agora tem 15 – cinco em enfermaria e dez em UTI, dos quais nove estão entubados. Já o Hospital Municipal, que tinha 15 pacientes, agora tem 12.

O município notificou mais 144 casos suspeitos de Covid-19, que são encaminhados para exames de diagnóstico ou não da Covid. Desde o início da pandemia de Covid em Araçatuba, foram registrados 53.148 suspeitos, dos quais 32.705 testaram negativo para a doença.

Mortes confirmadas nesta sexta-feira (30), em Araçatuba:

Mulher de 67 anos, que faleceu nessa quinta-feira (29), em um hospital da cidade
Mulher de 72 anos, que faleceu nesta sexta-feira (30), em um hospital da cidade
Homem de 48 anos, que faleceu nesta sexta-feira (30), em um hospital da cidade
Mulher de 65 anos, que faleceu nesta sexta-feira (30), em um hospital da cidade

O que é como prevenir

A Covid-19 é uma doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria dos pacientes com COVID-19 (cerca de 80%) podem ser assintomáticos e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória e desses casos aproximadamente 5% podem necessitar de suporte para o tratamento de insuficiência respiratória (suporte ventilatório).

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

  • Lave as mãos com água e sabão várias vezes ao dia, principalmente quando chegar em casa, vindo da rua e depois de tocar em dinheiro ou em superfícies como maçanetas, corrimões etc. Nas quais várias pessoas encostaram.
  • O álcool em gel 70% também é um ótimo higienizador para quando você não puder lavar as mãos imediatamente.
  • Use máscara. Sempre que sair de casa. No caso de conviver com alguém infectado ou estar infectado use máscara o tempo todo. A máscara deve ser trocada a cada duas horas ou quando estiver úmida.
  • Distanciamento social é uma forma de evitar contaminação. Mantenha, no mínimo, um metro e meio de distância entre você e as pessoas em geral. Em casa ou na rua.
  • Não toque nos olhos, no nariz ou na boca. Se tossir ou espirrar, cubra seu nariz e boca com o braço dobrado ou um lenço.
  • Fique em casa se você se sentir indisposto. Procure atendimento médico se tiver febre, tosse e dificuldade para respirar.
  • Mantenha a limpeza e higienização do ambiente, em sua casa e no trabalho, com as janelas sempre abertas para que o ar circule.
  • Fique em sua casa o máximo que puder. Saia apenas para fazer as atividades essenciais.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE