Oi, o que você está procurando?

Região

​Caseiro mata proprietária de chácara após ordem de despejo

Vítima foi ferida várias vezes a pauladas e chegou a ser socorrida, mas não resistiu; a irmã dela está internada em estado grave

Rio de Janeiro - Campanha contra homicídios de jovens negros pinta centenas de silhuetas de corpos no chão do Largo da Carioca (Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil)

Um caseiro matou a taxista Valeria Molina Catirce Okubi, de 46 anos, após receber uma ordem da mulher para deixar a propriedade dela,  na zona rural de Parapuã, na região de Presidente Prudente (SP). O crime ocorreu nesta sexta-feira (2).

Segundo informações do portal Mais Tupã, o homem era inquilino da chácara e, hoje, a vítima foi até a propriedade com a irmã para ​exigir que ele deixasse o local. Eles começaram a discutir e elas foram atacadas pelo caseiro. Ele teria usado um pedaço de madeira para ferir as vítimas várias vezes.

Quando percebeu que as vítimas não esboçavam mais reação, o homem furtou o carro delas e tentou fugir, mas acabou capotando o veículo. Ao chegar no local do capotamento, a polícia o abordou e estranhou as manchas de sangue existentes nas roupas do homem. Ele foi questionado e acabou confessando o crime.

Ao chegar na chácara, os policiais encontraram as vítimas extremamente feridas. A taxista foi levada às pressas para um hospital de Parapuã, mas morreu após dar entrada na unidade. Já a irmã dela foi socorrida e levada para a Santa Casa de Osvaldo Cruz, onde permanece internada em estado grave.

Ainda segundo a polícia, um boletim de ocorrência já havia sido registrado para que ele deixasse a propriedade. O homem foi preso em flagrante e vai responder pelo crime de duplo homicídio e furto.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
33