Oi, o que você está procurando?

confuso

Carvoeiro chama PM e diz que degolou e jogou homem de cima da ponte do Tietê

Ele afirmou que há dois dias matou uma pessoa degolada e jogou o corpo e a faca de cima da ponte do rio Tietê, em Araçatuba

Um carvoeiro de 24 anos, morador no conjunto habitacional Porto Real, em Araçatuba, chamou a Polícia Militar no final da tarde desta terça-feira (4) e disse que queria se entregar. Ele afirmou que há dois dias matou uma pessoa degolada e jogou o corpo e a faca de cima da ponte do rio Tietê, em Araçatuba. No entanto, não há dados da suposta vítima.

O carvoeiro ligou para o 190 dizendo que queria se entregar. Uma equipe foi à casa dele, no Porto Real, onde o mesmo afirmou ter matado um morador de rua conhecido como Zika, que perambulava pela região central da cidade. O homem relatou que há um ano vendia drogas, e teria vendido R$ 5 mil em entorpecentes para essa suposta vítima.

Ele disse que começou a cobrar Zika pela dívida e por isso vinha sendo ameaçado de morte. O carvoeiro alegou que chamou um Uber e convidou a suposta vítima para usar drogas no rio Tietê. No entanto, chegando no local ele teria degolado a vítima e jogado de cima da ponte, com a faca usada no crime.

O homem ainda disse que estava com medo da Polícia por isso decidiu se entregar. Ele aparentava estar confuso ao contar o caso aos policiais. Na DIG não foi constatado nenhum caso de desaparecimento o encontro de cadáver em circunstâncias parecidas nos últimos dias. Em contato com os familiares, ninguém soube dizer a veracidade dos fatos. O homem acabou sendo liberado para ser ouvido posteriormente, devido à confusão mental que apresentava.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
26