Oi, o que você está procurando?

Ele não morreu

Bem-humorado, comerciante leva na esportiva sua própria “morte”

Boatos compartilhados nas redes sociais dizem que Pedrinho morreu, mas ele está vivo, saudável. trabalhando e sequer teve Covid-19

Pedrinho é mais uma vítima das fake news, mas não perde o bom humor: "Estou vivo, saudável e trabalhando", disse

Bem-humorado, o comerciante Pedro Fernandes da Rocha, 58 anos, de Araçatuba, levou na esportiva a notícia de sua própria “morte”, que vem sendo divulgada nas redes sociais. O conhecido Pedrinho, que possui um tradicional comércio de lanches, é mais uma vítima das fake news.

“Estou bem, com saúde e trabalhando”, disse ele à reportagem do Regional Press, ao ser questionado como encarou a falsa notícia de sua morte. “Isso pode acontecer com qualquer um”, afirmou, soltando a sua peculiar gargalhada em seguida.

Desde a semana passada, Pedrinho vem sendo confundindo com um homônimo que faleceu de Covid-19. O comerciante, no entanto, sequer pegou a doença e segue saudável, atendendo ao público que faz questão de prestigiar o seu famoso cachorro-quente.

Pedrinho começou a trabalhar aos dez anos de idade, em 1973, em um carrinho de lanche próximo ao IE (Instituto Educacional) Manoel Bento da Cruz, na esquina da Cussy de Almeida com a Carlos Gomes. Desde então, não parou mais e se consolidou como uma referência em lanches em Araçatuba.

Ele continua atendendo em seu estabelecimento, na Rua Cussy de Almeida, 2.100, mas nesta fase vermelha, atende só para retiradas, pois não pode haver consumo no local. As folgas são na quarta e no sábado, mas nos demais dias, está lá, vivo, forte e saudável para matar a fome de seus clientes.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
32