Oi, o que você está procurando?

troca de comando

Thales Anhesini assume 1º DP de Penápolis após saída de Guilherme Brandão

Penapolense, novo delegado assumiu os trabalhos ontem (25) na unidade

O penapolense Thales Eduardo Anhesini assumiu o 1º Distrito Policial

Assim como houve na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), o 1º DP (Distrito Policial), que fica na avenida Bento da Cruz, na região central de Penápolis, também passou por mudanças em seu comando. O delegado Guilherme Brandão de Souza deixou a unidade essa semana, sendo substituído pelo penapolense Thales Eduardo Anhesini.

Filho do ex-servidor da Caixa Econômica Federal, Afrânio Anhesini, e da professora Daisy Maria Pontim Anhesini, ele assumiu os trabalhos ontem (25). Formado em Direito pelo Centro Universitário Toledo em 2011, ocupou desde maio de 2018 a função de delegado assistente em Promissão (a 29 km). Possui pós-graduação em Direito Constitucional e prestou o concurso em 2013.

Antes de se tornar delegado, porém, advogou por seis meses, passando, na sequência, no concurso para escrevente no TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo), atuando no período de 2013 a 2015. Após isso, ocupou a função de assistente judiciário até 2017, quando foi nomeado. No entanto, a admiração pela função começou bem antes, quando estagiou na 2ª Vara de Penápolis.

“Foi ali que tive os primeiros contatos com os processos e pude observar como era a coleta de provas, o inquérito policial, entre outros procedimentos”, lembrou. Thales acrescentou que, inicialmente, está tomando conhecimento do trabalho desenvolvido no 1ºDP. “Estou obtendo informações com a equipe sobre as investigações em andamento. Trarei a experiência que tive em Promissão no ambiente de trabalho”, destacou.

O novo delegado frisou ainda que estar em sua cidade-natal é motivo de alegria e de mais responsabilidades. “Sou apaixonado por Penápolis e estar aqui no 1º DP faz com que me dedique ainda mais, contribuindo para melhorar a segurança pública da cidade”, ressaltou. Para ele, ocupar esta função é estar de prontidão 24 horas diárias. “O delegado é o primeiro garantidor dos direitos do cidadão e exercer essa nobre profissão é um privilégio. Agradeço a todos os servidores pela acolhida e a equipe em Promissão pelo trabalho que realizamos”, finalizou. Além do distrito, ele deverá responder pela delegacia de Alto Alegre.

Guilherme

Na última segunda-feira (22), se despediu da unidade o delegado Guilherme Brandão de Souza. Ele respondia pela titularidade do 1º DP desde outubro do ano passado. Antes de vir para Penápolis, atuou na delegacia de Avanhandava e respondeu esporadicamente pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e pelas delegacias da comarca.

Agora, será o delegado titular em Paulo de Faria, além de auxiliar na Central de Flagrantes em São José do Rio Preto. “Foram muitos os desafios que tive por aqui. Dei o meu melhor e só tenho a agradecer pela acolhida durante este tempo e dedicação dos servidores, demais policiais, do delegado Dr. Jovair Marcos Gruppo, da Seccional de Araçatuba, em nome do Dr. Marcelo Curi e, principalmente, da população, que nos deu seu voto de confiança”, observou.

Ele completou que a experiência adquirida no período em que ficou no município contribuirá para sua nova missão. “O delegado de polícia é a primeira autoridade jurídica que alguém, vítima de um crime, tem acesso. Cabe a nós colhermos materiais e ir atrás das situações e soluções para os problemas de violência que a sociedade enfrenta no cotidiano”, disse.

Souza desejou boa sorte ao novo delegado. “Todo sucesso ao Dr. Thales nesta nova missão em Penápolis”, concluiu. Ele iniciou o curso de Direito em Mogi Mirim, concluindo a graduação em 2010 pela Unorp (Centro Universitário do Norte Paulista) de Rio Preto. A carreira na área de segurança começou em 2004, quando entrou para a Polícia Militar, permanecendo até 2017.

Neste período, atuou na região de Campinas e, em 2010, foi transferido para Rio Preto, no grupamento do Águia como tripulante operacional. Souza ainda cursou a escola de sargento na capital paulista e, em 2017, após passar no concurso público, foi convocado para assumir o ofício de delegado. Além do bacharelado, tem pós-graduação nas áreas de Criminologia e Ciências Penais, bem como cursos específicos feitos na Acadepol (Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra), em São Paulo. (Por: Ivan Ambrósio)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
42