Oi, o que você está procurando?

Combate à dengue

Saúde de Araçatuba realiza nebulização no Hilda Mandarino para conter a dengue

O bairro foi escolhido devido ao crescente número de casos da doença

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) de Araçatuba informa que de 10 a 12 e de 17 a 19 de fevereiro haverá nebulização veicular em ruas do bairro Hilda Mandarino com o objetivo de controlar a transmissão da dengue. O bairro foi escolhido devido ao crescente número de casos da doença.

Em 2020, foram registrados mais de 2,3 mil casos de dengue. Em 2021, até agora, foram notificados 28 casos da doença no município, de 1º de janeiro a 5 de fevereiro. Destes, quatro são moradores do Hilda Mandarino.

Os outros casos estão nos bairros Umuarama (2); Vilela (1), São Rafael (1), São José (1), Vila Bandeirantes (2), Antônio Pagan (2), Sumaré (1), Parque Baguaçu (1), Palmeiras (1), Higienópolis (1), Concórdia II (1), Vila Nova (1), Ouro Preto (1), Alvorada (1), Águas Claras (1), Castelo Branco (1), Ipanema (1), Vila Estádio (1). Paraíso (1), Vila Aeronáutica (1) e São João (1).

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti foram intensificadas já em dezembro. Por causa da pandemia de Covid-19, os agentes de controle de endemias realizam visitas à area externa dos imóveis de risco, como forma de identificar focos do mosquito e seguir com os protocolos de segurança.

Prevenção

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada em recipientes que podem se tornar possíveis criadouros, como vasos de plantas, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Sintomas

Os principais sintomas da dengue são febre alta, dores musculares intensas, dor ao movimentar os
olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo. No entanto, a infecção por dengue pode ser assintomática (sem sintomas), leve ou grave. Neste último caso pode levar até a morte.

Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39˚ a 40˚C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Em alguns casos também apresenta manchas vermelhas na pele.

Além da dengue, o Aedes Aegypti transmite também zika, chikungunya e febre amarela. No entanto, não foram registrados casos destas doenças este ano.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!