Oi, o que você está procurando?

Combustíveis

Preço da gasolina bate a casa dos R$ 5,00 em Araçatuba

Preço do etanol também está mais alto, chegando a R$ 3,399 nos postos da cidade

O preço da gasolina em Araçatuba sofreu nova alta neste final de semana e bateu a casa dos R$ 5,00 nos postos de combustíveis, após a quarta alta anunciada pela Petrobras para o valor do combustível nas refinarias, que acumula aumento de 34,78%.

Em Araçatuba, a exceção é um posto localizado na Rua Aguapeí, que comercializa a gasolina a R$ 4,099 o litro, enquanto que o etanol é vendido a R$ 3,099. Nos demais postos, o preço praticado varia de R$ 4,699 a R$ 4,999, no caso da gasolina, e de R$ 3,299 a R$ 3,399.

Em dezembro, o litro da gasolina custava, média, R$ 1,84 nas refinarias; hoje, custa R$ 2,48. Com os novos reajustes, o litro do combustível nas refinarias acumula alta de 34,78% desde o início do ano.

Já em relação ao etanol, os preços seguem em alta, principalmente, por causa da entressafra da cana-de-açúcar, que vai de dezembro a abril, e a consequente menor oferta de produto no mercado. O biocombustível acumula alta de 13,33%, levando em conta que o produto era vendido a R$ 2,999 o litro e hoje o preço praticado chega a R$ 3,399.

Nas usinas, o preço do etanol segue em alta desde o dia 15 de janeiro, quando o valor do produto nas unidades produtoras era de R$ 2,0737, sem impostos, conforme o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) da Esalq/USP. Na cotação dessa sexta-feira (19), o biocombustível estava a R$ 2,5268, alta de 21,84%.

Para piorar, o preço do produto sofre influência da gasolina, que tem 25% de sua composição de etanol. Desde a virada do ano, a gasolina sofreu quatro altas pela Petrobras nas refinarias, com mais de 34% de aumento.

ICMS

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encaminhou ao Congresso Nacional um projeto de lei complementar que propõe mudanças no cálculo do ICMS sobre os combustíveis. A proposta prevê a cobrança do imposto nas refinarias, e não mais no momento da venda no posto de gasolina – o valor na bomba é maior que nas refinarias.

Além disso, o ICMS passaria a ter uma alíquota única em todo o País; hoje, cada estado pratica uma porcentagem própria. Com isso, o imposto não irá variar mais em razão do preço do combustível ou das mudanças no câmbio.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
26