Oi, o que você está procurando?

legítima defesa

Homem que fugiu após ser baleado por GCM é identificado ao dar entrada no PSM

O baleado é um mecânico de 28 anos morador no bairro Manoel Pires

O homem que invadiu a casa de um GCM (Guarda Civil Municipal) e foi baleado por ele após agredí-lo  na noite deste sábado fugiu ferido e foi identificado após dar entrada no pronto-socorro municipal minutos após o desentendimento, que aconteceu no bairro Etheocle Turrini, zona norte de Araçatuba, por motivos de desentendimento familiar, conforme apuração preliminar da polícia.

O baleado é um mecânico de 28 anos morador no bairro Manoel Pires. O GCM contou que o mecânico teve um relacionamento com sua cunhada e ele descobriu que o homem era casado, e por esse motivo pediu para que não fosse mais em sua casa, motivo que acabou gerando atrito entre eles.

O guarda relatou à polícia que estava em sua casa sentado na varanda com o portão aberto, junto à esposa e o filho. De repente o mecânico parou de moto em frente à sua casa e começou a acelerar a motocicleta e encarar o guarda. Minutos depois ele retornou acompanhado de outro indivíduo que estava em outra moto.  O mecânico desceu da motocicleta e entrou na garagem da casa do guarda.

Ainda com o capacete na cabeça ele deu uma cabeçada no guarda e depois colocou a mão na cintura, fazendo menção de que pegaria alguma arma. Neste momento o guarda sacou sua arma e efetuou um disparo na direção do mecânico, atingindo seu abdômen. Mesmo ferido, o mecânico teria ameaçado o guarda antes de subir na moto e fugir do local.

Minutos depois ele deu entrada no pronto-socorro municipal em busca de socorro. Uma testemunha presenciou toda a ação e confirmou a versão do guarda. O delegado plantonista entendeu que o guarda agiu em legítima defesa. Ele foi ouvido e liberado. A arma ficou apreendida.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
35