Oi, o que você está procurando?

TOR

Caminhão roubado é encontrado em Araçatuba e motorista libertado em Birigui

O motorista do caminhão, que foi rendido e sequestrado pelos criminosos, foi libertado em Birigui. Acusado de ser o batedor foi preso na ação do TOR

Policiais rodoviários do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) localizaram um caminhão roubado na rodovia Raposo Tavares, com carregamento de cobre, abandonado em Araçatuba, no Parque Industrial. O motorista do caminhão, que foi rendido e sequestrado pelos criminosos, foi libertado em Birigui. Um homem foi preso acusado de ser o batedor que escoltava o caminhão.

Os policiais faziam fiscalização em um acesso da SP-425, rodovia Assis Chateaubriand,  no final da madrugada deste sábado (6) , quando abordaram um Ford KA, com placas de São Paulo, ocupado apenas pelo condutor. No local, após entrevista, o referido motorista não soube esclarecer para onde iria, levantando a suspeita que estava na função de batedor de outro veículo envolvido em ação ilícita.

Quase que concomitantemente, uma empresa de monitoramento de veículos via satélite entrou em contato com a Base da Polícia Rodoviária de Araçatuba noticiando que um caminhão Scania, tracionando um reboque, com carga de cobre, estava fora de rota próximo ao município de Santópolis do Aguapeí, e que não conseguiam contato com o motorista.

Viaturas iniciaram o patrulhamento com vistas e, algum tempo depois, a localização do veículo indicava que ele estava parado na rua Rubens Rego Fontão, no Distrito Industrial, em Araçatuba, para onde as equipes diligenciaram e localizaram o caminhão e o reboque abandonados, com a porta destrancada e com a chave no contato.

Posteriormente eles apuraram que o veículo Ford KA realmente estava viajando junto com caminhão na função de batedor, motivo pelo qual o condutor recebeu voz de prisão em flagrante. O motorista do caminhão foi liberado, ileso, na rua Consolação, em Birigui. Ele disse que a tentativa de roubo ocorreu quando saía do Posto Alexandria na rodovia Raposo Tavares, em Cândido Mota.

Disse que foi abordado por um veículo que não foi possível verificar as características, quando foi rendido por dois indivíduos armados de pistolas e encapuzados, que colocaram um capuz em sua cabeça e o transferiram para esse veículo, no qual foi transportado até o local onde foi liberado.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!