Oi, o que você está procurando?

Retomada na pandemia

Araçatuba avança para a fase amarela do Plano São Paulo

Redução no número de internaçoes em leitos de UTI possibilitou a migração para uma fase menos restritiva

Doria anunciou a reclassificação do Plano São Paulo nesta sexta-feira (5)

Com a redução no número de internações hospitalares e de casos de Covid-19, Araçatuba volta para a fase amarela do Plano São Paulo, de maior flexiblização, que permite o funcionamento de todos os setores da economia. A medida vale a partir deste sábado (7).

Com isso, o comércio, restaurantes, salões de beleza, academias e demais serviços considerados não essenciais poderão funcionar com expediente de até 12 horas diárias e atendimento presencial até as 22h, em todos os setores. A exceção são os bares, que podem funcionar até as 20h, horário-limite para a venda de bebidas alcóolicas.

Na fase amarela, todos os estabelecimentos podem atender com até 40% de sua capacidade, respeitando os protocolos de obrigatoriedade de uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel e respeito ao distancimento mínimo de um metro e meio entre as pessoas.

Na 21ª reclassificação do Plano São Paulo, seis regiões avançam da fase laranja para a amarela: Araçatuba, Região Metropolitana de São Paulo, Registro, Baixada Santista, Presidente Prudente e Campinas.

Já as regiões de Barretos, Ribeirão Preto, Marília e Taubaté saem da fase vermelha e migram para a laranja. Bauru e Franca permanecem na vermelha e São José do Rio Preto, São João da Boa Vista, Piracicaba e Sorocaba permanecem na laranja. Araraquara, por sua vez, regride da laranja para a fase vermelha, a mais restritiva do Plano SP.

Conforme dados do governo, o Estado de São Paulo tinha uma ocupação de 71, 6% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no dia 21 de janeiro. Hoje, a média estadual é de 67,2%.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!