Oi, o que você está procurando?

Protesto

Manifestantes pró-Trump invadem Congresso dos EUA

Senado e a Câmara, que estavam avaliando objeções à vitória do democrata, interromperam, de forma abrupta e inesperada, o debate

EFE/EPA/KEVIN DIETSCH / POOL

Um grupo de manifestantes favoráveis ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, invadiu nesta quarta-feira (6) o Capitólio, sede do Congresso americano em Washington, onde ocorre a sessão para certificar a vitória eleitoral do democrata Joe Biden.

A reunião, que é apenas um passo formal para a confirmação do nome do vencedor das eleições de 3 de novembro, foi interrompida enquanto os parlamentares da Câmara e do Senado debatiam se acatavam ou não objeções dos aliados do republicano contra os resultados do Arizona.

O vice-presidente Mike Pence foi escoltado e retirado do edifício, segundo a imprensa americana, enquanto que os senadores e deputados foram levados para locais seguros dentro do prédio principal. As autoridades pediram para os parlamentares manterem as máscaras de gás prontas para o uso de gás lacrimogêneo.

A vice-presidente eleita Kamala Harris está dentro do Congresso, que está em lockdown. De acordo com sua equipe, ela também está em um lugar seguro.

A prefeitura de Washington determinou um toque de recolher a partir das 18h de hoje até às 6h da manhã seguinte para tentar acalmar os ânimos. Os manifestantes entraram em confronto com os policiais americanos no Capitólio, mas os agentes não conseguiram detê-los.

O protesto foi incentivado pelo próprio presidente dos EUA em comício e publicações no Twitter. Em um post na rede social, Trump pediu que seus apoiadores protestassem “pacificamente” e que confiassem nas forças de segurança americanas. Entretanto, pouco tempo antes, foram registrado confrontos e vandalismo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
34