Oi, o que você está procurando?

Flagrante

Força Tática apreende maconha ‘colombiana’ em Araçatuba

Durante a ocorrência, houve tumulto e moradores tentaram impedir a prisão do infrator

Policiais militares da Força Tática apreenderam cerca de dois quilos de maconha, sendo boa parte da droga conhecida como maconha colombiana, considerada bem mas forte e mais cara do que a convencional comercializada nas bocas de fumo de Araçatuba (SP).

A ação ocorreu nesta terça-feira (19) na Rua  José Felipe Cordeiro, bairro Mão Divina. Um homem identificado pelas iniciais A.H.R. foi preso em flagrante apontado como o dono da droga.

Durante o patrulhamento de Força Tática, os policiais viram uma pessoa saindo de uma casa desabitada. Ao notar a equipe, o indiciado ficou nervoso e bateu a porta, seguindo rapidamente para um bar na tentativa de evitar a abordagem.

No entanto, ele foi alcançado pelos policiais e durante busca pessoal nada de ilícito foi localizado, apenas um molho de chaves.

Questionado sobre a casa que ele havia saído e  se existia algo de ilícito, ele respondeu que o imóvel pertence a familiares de sua esposa e que havia droga no local. De acordo com os policiais, na residência não havia móveis e estava desabitada.

Dentro de um cômodo foi localizado uma bolsa preta e com aproximadamente dois quilos de maconha em tabletes e de diversos tamanhos, além de materiais usados no embalo da droga. Parte da maconha é proveniente da Colômbia e, conforme apurou a polícia, a grama da droga é comercializada a R$ 30 nas biqueiras. Conforme os PMs, o abordado admitiu a propriedade da droga.

Durante a ocorrência, houve aglomeração de alguns moradores que tentaram impedir a prisão do indiciado e o trabalho da PM no local. Diante da situação, os policiais solicitaram apoio de outras equipes que fizeram a dispersão da população.

O preso foi conduzido até a Central de Polícia Judiciária onde o delegado de plantão elaborou o flagrante de tráfico de drogas. O indiciado, que já foi preso por tráfico em outra ocasião, ficou à disposição da Justiça.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!