Oi, o que você está procurando?

APELO - Vìdeo

Família faz campanha para salvar a vida do pequeno Nando, que precisa de um transplante de medula

Seu irmão gêmeo, Matheus, morreu em julho de 2018, após lutar contra a doença; Nando precisa do transplante com urgência

Nando tem quatro anos e precisa urgente do transplante - Foto: Álbum de Família

O menino Fernando, irmão gêmeo do pequeno Matheus, que faleceu em julho de 2018, depois de lutar contra uma leucemia, também precisa de um transplante de medula óssea. O garotinho, hoje com quatro anos, foi diagnosticado com a mesma doença em outubro de 2018, mas até então, não tinha a necessidade de passar pelo transplante.

Exames feitos recentemente apontaram que a doença voltou e de forma mais agressiva, por isso há a necessidade do transplante para salvar a sua vida. O menino está internado no Hospital Amaral Carvalho desde domingo (10), e já reiniciou a quimioterapia.

A mãe, a dona de casa Kátia Cristina Bezerra de Souza, gravou um vídeo no qual pede que as pessoas se cadastrem como doadores de medula óssea.

“A gente conta com cada um de vocês. Aos que fizeram o cadastro para o Matheus, nós agradecemos do fundo do coração. Mas, para vocês verem como é difícil encontrar um doador, o Fernando tem medula idêntica à do Matheus e até hoje ninguém foi compatível com eles”, relatou.

A mãe de Nando pede que todos os que ainda não se cadastraram, que o façam, para aumentar as chances de encontrar um doador compatível.

O procedimento para se cadastrar como doador de medula óssea é bem simples: basta fazer um cadastro e colher uma amostra de sangue, que vai para o Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea). Em até 30 dias a pessoa saberá se é ou não compatível com alguém que está na lista de espera.

O hemonúcleo de Araçatuba fica na avenida Arthur Ferreira da Costa, 330, Aviação. Telefone (18) 2102-9400.
“Seja um agente de cura, um agente de milagre. A gente tem algo que pode curar alguém e isso é ser um milagre nas mãos de Deus”, disse Kátia, no vídeo.

Ela ressalta, também, que em caso de compatibilidade, a doação é muito simples. “Muitas pessoas têm medo, mas não há risco de morte. O único risco é o de salvar uma família inteira, porque quando um está doente, a família toda está doente”, afirmou. “Nós perdemos o Matheus, mas desta vez vai ser diferente. Creio que eu e o Fernando vamos voltar logo para casa”, completou.

Serviço

Para se cadastrar como doador de medula óssea, basta se dirigir ao hemonúcleo com um documento com foto. O hemonúcleo de Araçatuba fica na avenida Arthur Ferreira da Costa, 330, Aviação. Telefone (18) 2102-9400.

 

Veja abaixo o vídeo da mãe de Nando:

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!