Oi, o que você está procurando?

Enfrentamento ao coronavírus

Araçatuba regride para a fase laranja do Plano São Paulo

Medida é para evitar superlotação em hospitais, disse o governador João Doria (PSDB)

Doria anunciou a regressão de outras seis regiões para a fase laranja e uma, a de Marília, para a vermelha

A região de Araçatuba, que estava na fase amarela do Plano São Paulo, regrediu para a fase laranja, mais restritiva, em função do aumento no número de casos e óbitos. A medida passa a valer na próxima segunda-feira (18).

Além de Araçatuba, as regiões de Bauru, Franca, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Taubaté também regridem para a fase laranja. A região de Marília sai da laranja e vai para a vermelha, na qual somente os serviços essenciais podem funcionar.

A 18ª reclassificação do Plano São Paulo estava prevista para o dia cinco de fevereiro, mas foi antecipada para esta sexta-feira (15), após o agravamento da pandemia de Covid-19.

“A medida é preventiva e necessária para evitar a superlotação em hospitais e proteger vidas”, justificou o governo João Doria (PSDB), em coletiva à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, no início desta tarde.

Como ficou a Fase Laranja

*

  • Todos os setores de comércio e serviços passam a ser permitidos. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido.
  • Capacidade de ocupação: antes era de 20% e vai para 40% em todos os setores.
  • Funcionamento máximo: ampliado de 4 para 8 horas por dia.
  • Horário de fechamento: atendimento presencial só poderá ser feito até 20h.
  • Parques estaduais, salões de beleza e academias: poderão abrir.

Números

Desde o início da pandemia, Araçatuba confirmou 230 óbitos e 11.246 pacientes infectados pelo novo coronavírus. Somente nesta quinta-feira (14) foram registrados mais 192 casos positivos da doença e duas mortes.

No 14 primeiros dias de janeiro, já são 1.293 casos positivos confirmados e 23 óbitos. Em dezembro, foram 1.783 pacientes infectados e 17 mortes.

Nos hospitais da cidade, há 59 pacientes internados com suspeita ou diagnóstico positivo para Covid-19, sendo 40 em leitos de enfermaria e 19 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 13 estão em ventilação mecânica

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!