Oi, o que você está procurando?

FLAGRANTE

Policiais do TOR prendem três pessoas em flagrante por tráfico durante abordagem de ônibus

Policiais do TOR prendem três por tráfico e apreendem crack 72 tijolos de maconha na Rondon

Dois homens de Colorado do Oeste (RO) e uma mulher de Brasília foram presos em flagrante no final da tarde desta quinta-feira (11) por policiais rodoviários do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) durante abordagem a um ônibus de transporte interestadual de passageiros na rodovia Marechal Rondon, em frente à base da 4ª Companhia do Policiamento Rodoviário.

Os policiais realizavam patrulhamento e fiscalização de rotina quando abordaram um ônibus da viação Motta, com itinerário Campo Grande (MS) à Brasília (DF). Durante entrevista com os passageiros, no fundo do coletivo, ocupando as poltronas 43 e 44, os policiais encontraram um gesseiro de 21 anos e um operador de máquinas de 26, que são primos.

A dupla demostrou excesso de nervosismo com a presença dos policiais no interior do ônibus. Durante entrevista, eles disseram que iriam visitar uma tia em Brasília. Mas, ao serem questionados, não souberam dizer o nome, telefone e nem endereço da familiar, alegando que procurariam pelo facebook.

Os dois afirmaram que tinham bagagens e ao verificar as malas que ambos transportavam, com base nos tíquetes, os policiais encontraram 35 tijolos de maconha em uma e 34 tijolos de maconha na outra mala. O gesseiro disse que pegou as drogas em Campo Grande (MS), de um desconhecido, o qual chegou na rodoviária de táxi, e iria receber R$ 10 mil para o transporte até o Distrito Federal. O operador de máquinas negou conhecimento das drogas.

O celular do gesseiro foi apreendido e com ele também havia a quantia de R$ 300, enquanto que com o operador de máquinas havia a quantia de R$ 277. Os dois acusados possuem antecedentes por roubo e foram presos em flagrante.

De Brasília

Ainda durante vistoria no ônibus os policiais abordaram uma mulher de 23 anos, a qual disse que saiu de Campo Grande (MS), onde estava visitando a avó, e retornava para Brasília (DF). Sobre a referida avó, ela não sabia dar as referências, o que gerou suspeita. A acusada levava uma bolsa junto aos pés, dentro da qual foram encontradas três porções grande de pedra de crack, escondidas em meio a roupas, totalizando cerca de meio quilo. Ela confessou que estava transportando a droga e iria receber R$ 1 mil pelo serviço. A mulher também ficou presa em flagrante à disposição da Justiça.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
error: Conteúdo Protegido!
30