Oi, o que você está procurando?

POLÊMICA

OAB cogita “impeachment” de Bolsonaro por demora na vacina contra Covid-19

Presidente da ordem informou que conselheiros cobram uma ação mais contundente contra a postura do presidente diante da pandemia

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, disse que a entidade deve discutir a possibilidade de pedir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), devido à demora do governo federal em em começar a vacinar a população contra a Covid-19.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, ele afirmou que essa discussão deverá ser feita pelo Conselho Federal da entidade tão logo haja o controle da pandemia. Segundo Santa Cruz, a entidade quer que o governo federal inicie uma campanha nacional de vacinação deforma imediata.

“Neste momento, nossa maior preocupação é a pandemia. Queremos uma campanha nacional de vacinação já. Após a pandemia, vamos, sim, abrir esse debate no Conselho Federal. Muitos advogados e conselheiros me cobram isso cotidianamente”, disse.

Santa Cruz já protagonizou embates públicos com Bolsonaro, que chegou a insinuar que o pai dele, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, desaparecido desde a ditadura militar, havia sido morto pelos próprios companheiros na resistência contra o regime autoritário no Brasil.

Ele alegou que “a insensibilidade e a arrogância do presidente geram condutas que afrontam a legalidade”. “Acredito que, após a pandemia, o debate sobre seu impedimento ganhará as ruas.”

No primeiro semestre de 2020, a entidade analisou internamente se deveria apresentar um pedido de impeachment após o ex-ministro Sergio Moro acusar Bolsonaro de tentar interferir politicamente na Polícia Federal. No entanto, a iniciativa não prosperou. Em 2016, a OAB entrou com um pedido de impeachment contra a então presidente Dilma Rousseff.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!