Oi, o que você está procurando?

Dados Atualizados

Média móvel de mortes em SP aumenta 53% nos últimos 30 dias

A média de casos teve elevação de 50% no mesmo período; estado chega a 1,4 milhão de casos e 45,7 mil óbitos

Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus (Agência Brasil)

O estado de São Paulo registrou nesta quinta-feira (24) 9.351 novos casos e 182 novas mortes nas últimas 24h pela Covid-19. Com os números, a média móvel dos últimos sete dias de casos chegou 8.109 e a de óbitos a 154, um aumento de 50% e 53%, respectivamente, se comparados com os dados de 30 dias atrás.

Desde o início da pandemia, já são 45.758 mortes e 1.418.491 casos confirmados. Entre o total de casos diagnosticados de COVID-19, 1.242.004 pessoas estão recuperadas, sendo que 150.827 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 66,8% na Grande São Paulo e 61,9% no Estado. O número de pacientes internados é de 10.728, sendo 5.947 em enfermaria e 4.781 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 12h desta quinta-feira.

Hoje, os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 604 com um ou mais óbitos. A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada também em: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Perfil da mortalidade

Entre as vítimas fatais estão 26.311 (57,5%) homens e 19.447 (42,5%) mulheres. Os óbitos permanecem concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,8% das mortes.

Observando faixas etárias, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (11.878), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (10.801) e 80 e 89 anos (9.400). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (53), 10 a 19 anos (77), 20 a 29 anos (361), 30 a 39 anos (1.292), 40 a 49 anos (2.947), 50 a 59 anos (5.872) e maiores de 90 anos (3.077).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,9% dos óbitos), diabetes mellitus (43,3%), doenças neurológicas (10,8%), renal (9,3%), obesidade (8,5%) e pneumopatia (8,3%). Outros fatores identificados são imunodepressão (5,5%), asma (3,1%), doenças hepáticas (2%) e hematológica (1,7%), Síndrome de Down (0,4%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 36.733 pessoas que faleceram por COVID-19 (80,3%).

Perfil dos casos

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 658.958 homens e 752.938 mulheres. Não consta informação de sexo para 6.595 casos.

A faixa etária que mais concentra casos é a de 30 a 39 anos (335.098). As demais são: menores de 10 anos (35.641), 10 a 19 (71.199), 20 a 29 (246.015), 40 a 49 (289.277), 50 a 59 (209.980), 60 a 69 (128.363), 70 a 79 (64.329), 80 a 89 (29.388) e maiores de 90 (8.149). Não consta faixa etária para outros 1.102 casos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!