Oi, o que você está procurando?

Penápolis

Jovem é agredida por rapaz após dizer que programa tinha terminado

Vítima contou que é garota de programa e que o tempo dele havia acabado

Imagem Ilustrativa

Um ajudante de pintor, de 25 anos, residente em Barbosa, foi detido em Penápolis, na noite de quinta-feira (24), após agredir uma mulher, de 27. A vítima contou que é garota de programa e que o rapaz se irritou quando foi informado que o tempo havia acabado.

Levado ao plantão policial, ele foi ouvido e liberado, pois o delegado plantonista considerou, com base no artigo 129 do Código Penal, não haver relação íntima de afeto entre ambos que configurasse na lei Maria da Penha, mas sim profissional.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 23h30, uma equipe da Polícia Militar foi acionada a comparecer em um imóvel no Jardim do Lago. Chegando ao local, uma amiga da vítima aguardava a equipe. Ela, que estava bastante nervosa, contou que a jovem tinha apanhado do investigado.

Tapas

Os PMs encontraram a mulher com hematomas pelo corpo e um pouco sonolenta. Ela disse que toma medicamentos para dormir e que realiza programas sexuais, sendo contratada pelo ajudante. Durante a relação, ele bateu nela com tapas muito fortes.

Ao término, a vítima disse que o tempo tinha acabado, quando o investigado ficou agressivo, ameaçando-a acertar com dois socos, mas ela conseguiu se esquivar. A jovem ainda relatou que empurrou o ajudante para que cessasse com as agressões, tendo ele a segurado pelo pescoço e, mais uma vez, ameaçado bater nela.

Ela gritou por socorro e a amiga, que estava no imóvel, abriu a porta, surpreendendo o investigado a segurando pelo pescoço. Ele ainda teria batido a porta contra a jovem, que correu para a frente da casa, acionando a PM. A testemunha contou que viu a vítima sair correndo do quarto, sendo perseguida pelo ajudante até o fundo do quintal, onde foi derrubada e agredida com socos.

Cocaína

O investigado negou o crime e se recusou em identificar. Ao irem vistoriar o carro que lhe pertencia, ele correu na frente, abriu o porta-luvas, pegou algo e correu para dentro da residência, jogando o objeto na cama, descobrindo se tratar de uma porção de cocaína.

Ele foi detido e algemado e responderá por lesão corporal, ameaça e posse de entorpecente. Após ser ouvido, foi liberado. A vítima passaria por exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal). (Por: Ivan Ambrósio)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
ANUNCIANTE
23