Oi, o que você está procurando?

humilhação

Homem acidentado pede ajuda ao pai para se livrar da mulher e dos próprios filhos

O idoso disse que constantemente seu filho ligava relatando os maus-tratos e pedindo para que fossem buscá-lo

Um funcionário público que está aposentado em virtude de um acidente de trânsito sofrido há sete anos, e que reside em Auriflama, está pedindo ajuda ao pai, que reside e Araçatuba, para se livrar da esposa e dos dois filhos, e afirma estar sofrendo maus tratos e humilhação. A família impediu a saída dele e o caso acabou parando na polícia.

Conforme o boletim de ocorrência, o homem ficou com deficiência física após um acidente de trânsito e por cota das limitações, acabou se aposentando, requer cuidados especiais e é assistido por dois médicos de Araçatuba.

Em novembro o pai da vítima, um aposentado de 83 anos, já havia registrado uma ocorrência em auriflama, denunciando possíveis maus tratos que seu filho estaria sofrendo pela mulher e pelos próprios filhos.

O idoso disse que constantemente seu filho ligava relatando os maus-tratos e pedindo para que fossem buscá-lo. Os maus-tratos consistiam no fato de que os acusados constantemente o chamavam de louco e outros tratamentos humilhantes.

Na ocasião, o aposentado foi até Auriflama com o intuito de buscar o filho. Chegando lá, não foi possível pegar a vítima, porque a mulher dele e a irmã dela não autorizaram, dizendo que assim o fizeram por determinação do advogado, pois se deixassem o filho ir embora, a mulher perderia os direitos sobre ele.

No entanto, antes destes fatos a mulher ligava insistentemente para o aposentado para que o mesmo buscasse o filho, pois não aguentava mais tratar dele. Neste domingo o funcionário público aproveitou que sua mulher saiu e deixou o portão aberto, e foi até a casa de uma vizinha, de onde conseguiu ligar para o pai pedindo ajuda. O aposentado pede para que policiais verifiquem a situação e confirmem que o filho deseja sair de casa mas está sendo impedido pela mulher.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!