Oi, o que você está procurando?

POLITIZAÇÃO DA PANDEMIA

Bolsonaro compartilha vídeo com montagem e volta a provocar Doria sobre vacina

Presidente editou vídeo para refazer acusações contra o governador de SP e reforçar o recado de que não vai comprar a Coronavac

REPRODUÇÃO TWITTER/ARQUIVO

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) divulgou na manhã desta terça-feira (15/12) uma montagem com um vídeo do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), para refazer acusações contra ele e reforçar o recado de que não vai comprar a vacina Coronovac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Na mensagem do governador paulista, gravada em 2017, quando ele ainda era prefeito da capital, Doria diz que tem um “recadinho”. Em seguida, o vídeo é cortado e aparece um trecho de um live transmitida por Bolsonaro no dia 29 de outubro, em que ele acusa Doria de ter aumentado os impostos estaduais em plena pandemia.

“Tá sabendo de São Paulo? O ‘querido’ governador de São Paulo? Em plena pandemia, aumentou o imposto de um montão de coisa”, diz Bolsonaro ao lado da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. “Agora o problema: quando o cara vai no mercado, vai na bomba, vê que o combustível tá alto, que o arroz tá alto, lembra de mim, não lembra do governador de São Paulo”.

“E outra coisa: ninguém vai tomar tua vacina na marra não, tá ok? Procura outro. E eu, que sou governo, o dinheiro não é meu, é do povo, e não vai comprar tua vacina também não”, completou Bolsonaro. O vídeo editado foi publicado nas redes sociais oficiais do presidente.

O vídeo completo de Doria, gravado em outubro de 2017, era uma mensagem dele ao ex-governador e então vice-presidente do PSDB, Alberto Goldman, com quem teve desentendimentos na época. “Olá, hoje o meu recadinho, o meu bom recadinho vai pra você, Alberto Goldman, você que viveu a vida inteira na sombra, na sombra do Orestes Quércia, na sombra do José Serra, você que é um improdutivo, um fracassado”.

“Aliás, você coleciona fracassos na sua vida e, agora, vive de pijamas na sua casa. Fique com a sua mediocridade, que eu fico com o povo, Alberto Goldman”, disse Doria na gravação, compartilhada em canal no YouTube e Twitter.

O vídeo havia sido compartilhado no início da pandemia por bolsonaristas, que o retiraram de contexto, e o editaram para acusar o governador de ofender a população.

Assista à íntegra do vídeo original de Doria:

Assista à íntegra da live presidencial:

Bolsonaro e Doria têm politizado a vacinação da população brasileira contra a Covid-19. Mesmo sem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Doria anunciou um plano de vacinação com início no dia 25 de janeiro. Bolsonaro tem mandado sinais difusos sobre a compra da vacina produzida em São Paulo.

Ainda não se sabe se a Coronavac será incluída no Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. Apesar do que vem dizendo Bolsonaro, a vacina está prevista no plano nacional entregue no último sábado (12/12) ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
34