Oi, o que você está procurando?

admiração

Apaixonado pela coleta de lixo e pelos coletores, menino comemora aniversário na garagem na Monte Azul Engenharia

Menino passou a ter interesse por toda a dinâmica da coleta de resíduos e reproduzir o que via duas vezes por semana durante a passagem do caminhão na rua

Marcos Vinicius, 5 anos, quis se reunir com coletores de lixo e ver de perto vários caminhões que realizam esse serviço no dia de seu aniversário

O que um menino de cinco anos quer de presente no dia do aniversário? Um game, um tablete, uma bola de futebol, estão dentre os mais lembrados. Mas não foi isso que Marcos Vinicius pediu. Quinta-feira (17), dia do aniversário, ele quis se reunir com coletores de lixo e ver de perto vários caminhões que realizam esse serviço.

O pedido não surpreendeu o pai, Washington Luiz Timóteo dos Santos. Professor de Química em uma escola particular e coordenador e professor da disciplina na ETEC de Araçatuba, ele acompanha a admiração que o filho caçula tem pelos coletores de resíduos sólidos da Monte Azul Engenharia.

O carinho começou muito cedo. “Quando era bebê, o Marcos Vinícius ficava com os avós e nos dias de coleta, o avô José de Souza ficava com ele na calçada na hora que o caminhão passava. Ele ficava encantado com as luzes do caminhão, os coletores correndo”, conta Washington.

A admiração não passava despercebida também por sua esposa Dayse Cristina, que também é professora e leciona Português para alunos do ensino fundamental do Sesi. Marcos é o caçula do casal, que tem mais dois filhos, Maria Clara, 21 anos, e Vitor Yago, 12 anos.

Conforme foi crescendo, Marcos Vinicius passou a ter interesse por toda a dinâmica da coleta de resíduos e reproduzir o que via duas vezes por semana durante a passagem do caminhão na rua onde mora, no bairro Ipanema. “Ele pegava os brinquedos, coloca em sacolas, amarrava, empilhava e dizia que precisava amassar para colocar no caminhão”, detalha o pai.

Falando em brinquedos, adivinhem o que Marcos tem em dose dupla? Isso mesmo, dois caminhões de coleta de resíduos. No dia do aniversário, ganhou mais um, de seus avós José e Edna de Souza.

O presente dos avós consolidou um dia de realização de um sonho. Após agendar com a empresa, Washington levou o filho à Monte Azul Ambiental. “Ele estava tão ansioso que ficou pronto as 9 horas da manhã para um compromisso que seria às 15 horas. Nem almoçou direito”, conta.

Na Monte Azul, Marcos conheceu todos os caminhões e foi cercado de muito carinho pelos colaboradores que estavam na empresa. “Quando ele viu todos aqueles caminhões, e os coletores o cumprimentando com tanto carinho, a emoção era visível”, reporta o pai.

 

Ganhou um boné e uma luva iguais aos utilizados pelas equipes que atuam na coleta. O pai reporta os detalhes sobre o impacto que o presente produziu em Marcos. “Ele dormiu com a luva e agora para onde vai leva para mostrar para as pessoas. Ele ficou muito feliz. Fiquei muito feliz, como pai, por ter tido condições de realizar esse sonho do meu filho. Na condição de professor cuja matéria também aborda questões como a reciclagem, fiquei feliz com o que vi na empresa: cuidado com os colaboradores e o meio ambiente”.

Heróis

Para a direção da Monte Azul Ambiental, o carinho de Marcos Vinicius em relação aos profissionais da coleta de resíduos sólidos incentiva os colaboradores que atuam em uma atividade tão difícil. “Acho interessante a visão das crianças, que os vêm como super-heróis”, define Gabriel Lopes, diretor da empresa.

A visita de Marcos Vinícius para conhecer mais de perto a estrutura de trabalho foi um acontecimento que emocionou a todos. Porém reações de carinho aos coletores e o trabalho que eles realizam nas ruas de Araçatuba não é incomum.

Na garagem da Monte Azul Ambiental, localizada no Bairro Jussara, sempre aparece alguma criança acompanhada de parentes para ver tudo mais de perto. Na rotina das coletas realizadas duas vezes por semana em toda a cidade, os coletores encontram crianças que ficam na calçada para ver o caminhão passar.

O diretor da empresa aponta “o caminhão e o uniforme colorido diferente”, como alguns dos motivos que atraem a atenção das crianças.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!