Oi, o que você está procurando?

Julgamento

Tribunal do Júri condena autor de homicídio a 9 anos de prisão em Araçatuba

Crime ocorreu em outubro de 2016 na Rua São Bento; vítima foi assassinada na frente da família

Pedro Henrique Carvalho, de 28 anos, foi condenado a 9 anos de prisão pela morte de Michael Jonathan Bernardo da Silva, de 24 anos, em crime ocorrido em outubro de 2016 na frente da casa da vítima, na Rua São Bento, bairro Monte Carlo, em Araçatuba (SP). O julgamento ocorreu nesta quarta-feira (25) no Tribunal do Júri da cidade e foi presidido pelo juiz Danilo Brait.

Michael foi morto a tiros na frente da esposa e da filha quando saia de casa para ir a um supermercado. O autor do crime chegou ao local na garupa de uma moto e disparou mais de 10 tiros de pistola 9 milímetros contra a vítima e pelo menos três a atingiram mortalmente.

Paulo Henrique também é acusado de participar do homicídio do pai de Michael, o jardineiro Sidnei Rodrigues da Silva, ocorrido no início de 2016, e deverá ser submetido a outro julgamento.

Além disso, o réu também já foi condenado a 10 anos de prisão por ter atropelado um policial militar durante uma blitz no bairro Concórdia.

Na sentença desta quarta-feira, o magistrado observou que o réu deve iniciar o cumprimento da pena em regime fechado “uma vez que respondeu ao processo no cárcere, sendo que nesta data foi condenado à pena privativa de
liberdade e nada alterou as circunstâncias que ensejaram sua segregação cautelar”.

Ainda de acordo com o juiz, a prisão é necessária para assegurar a aplicação da lei penal, ou seja, para garantir que o réu não fuja, uma vez que a pena aplicada se deu em regime inicial fechado. “Por fim, há de se assegurar a garantia da ordem pública, ante o risco de reincidência e a gravidade do crime praticado”, escreveu Brait na sentença.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
28