Oi, o que você está procurando?

ARAÇATUBA

Santa Casa adquire máquina para agilizar coleta de leite humano

Mães de bebês prematuros internados nas UTIs neonatais da Santa Casa de Araçatuba já contam com a tecnologia para coletar leite com mais agilidade e conforto.

Mães de bebês prematuros internados nas UTIs neonatais da Santa Casa de Araçatuba já contam com a tecnologia para coletar leite com mais agilidade e conforto.

Desde o início desta semana, o Posto de Coleta de Leite Humano está utilizando uma bomba automática para extração de leite humano. O equipamento custou R$ 13 mil e foi adquirido com recursos próprios do hospital.

A máquina reduz o tempo de coleta e permite extração total de leite nas duas mamas simultaneamente, sem causar dor ou danos aos mamilos das puérperas.

Durante testes realizados durante 30 dias, o tempo médio para extração de 15 ml de leite, em mães que estão iniciando a coleta, foi de 40 minutos. No mesmo período, as mães que fazem ordenha há mais tempo, conseguem extrair até 200 mil.

De acordo com a enfermeira Francini Américo Borégio D’Angelo, que coordena o Posto de Coleta de Leite Humano, durante o período de testes, a redução de tempo nas ordenhas possibilitou a coleta de 16 litros a mais em relação ao processo manual.

“As mães gostaram da agilidade e do conforto que o equipamento proporciona”, informa a coordenadora.

Em média, 43 mães utilizam mensalmente o Posto para coletar leite para suporte alimentar de seus bebês que nasceram prematuros e seguem internados nas UTIs Neonatais da Santa Casa de Araçatuba.

A quantidade de leite coletado é variável. Em outubro, por exemplo, foram 33.883 litros. Os bebês internados consumiram em torno de 19 litros deste total. A parte excedente, em torno de 14 litros, foi doada ao Bando de Leite do Hospital Municipal da Mulher.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!