Oi, o que você está procurando?

COMPETIÇÃO

Equipe do Sesi Araçatuba é premiada na etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica 

Alunos do Ensino Médio da unidade faturaram o bronze na competição realizada de forma virtual - Foto: Divulgação

A equipe Quarks, do Sesi Araçatuba, fez bonito na etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica, que foi realizada, na semana passada, de forma virtual. Competindo na modalidade Apresentação, os alunos do Ensino Médio da rede escolar Sesi-SP faturaram o bronze na categoria Trabalho em Equipe.

Nesta categoria, foram premiados os alunos das equipes que mais se dedicaram, ajudando a si próprios, bem como outras equipes, a superarem desafios ao longo dos treinamentos em tempos de distanciamento social. E a Quarks, representada pelos alunos Ana Laura Favaro Nalin, Fernando Pereira Cobo, Vinicios Venâncio Lugli e Laura Sthéfani de Vasconcelos, ficou na terceira colocação.

O Sesi-SP obteve outras oito medalhas na mesma competição, sendo mais quatro de ouro, duas pratas e duas de bronze, e também teve duas equipes classificadas entre as 10 melhores do País.

As nove medalhas foram conquistadas na modalidade Apresentação, etapa em que os estudantes mostraram, por meio de um vídeo, os projetos que desenvolveram durante o ano para a competição, a partir dos estudos em robótica nas escolas. Como resultado, vieram as premiações nas categorias “Maker”, “Modelagem Virtual”, “Programação”, “Responsabilidade Social e Divulgação Científica” e “Trabalho em Equipe”.

Simulação

Já na modalidade Simulação, concorrendo com 100 times formados por alunos de todo o Brasil, os alunos das cidades de Boituva e Franca se destacaram entre os 10 melhores. São as equipes SESI Fran Robots, de Franca, e SESI MEGASNAKES 1, de Boituva, que conquistaram o sétimo e oitavo lugares, respectivamente. O time de Franca foi, inclusive, o campeão estadual da OBR, levando o Sesi-SP à conquista do hexacampeonato na etapa paulista dentro da modalidade simulação e dedicada aos alunos do Ensino Médio.

O Sesi São Paulo participa há oito anos da modalidade prática nível 2 da OBR, voltada para alunos a partir do 8° ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio e, nesse período, conquistou 6 títulos estaduais e 3 nacionais.

A OBR é uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos, criada e gerida por voluntários da comunidade de robótica e instituições apoiadoras, como Universidade de Campinas (UNICAMP), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e SESI São Paulo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!