Oi, o que você está procurando?

Investigação

Empregada doméstica acusa o patrão de injúria racial em Araçatuba

Mulher disse que o patrão a expulsou de casa e a chamou de 'negrinha'

Lagrima
Imagem Ilustrativa

Uma empregada doméstica de 55 anos procurou a Polícia Civil, neste sábado (21), para denunciar que sofreu injúria racial por parte do patrão, de 62 anos, em Araçatuba (SP). Segundo a vítima, o caso ocorreu na manhã de sexta-feira (20) na cozinha da residência onde o acusado mora com a mãe, uma idosa de 92 anos que é acamada.

A vítima relatou na polícia que foi contratada para cuidar dos afazeres domésticos da casa da idosa que vive 24 horas sob cuidados de enfermeiros. O crime de injúria teria sido praticado pelo filho da idosa, que também mora na casa e que teria problema com alcoolismo.

A vítima disse que estava na cozinha com uma enfermeira quando o acusado entrou e a ofendeu dizendo “vai embora sua negrinha, porra do caralho” (sic) com uma faca de pão na mão.

A doméstica ainda disse na delegacia que o autor constantemente a humilha e que outros funcionários também são ofendidos. Ela deixou claro no registro da ocorrência que quer processar o autor pelo crime de injúria.

O irmão do acusado também registrou um boletim de ocorrência pedindo medidas para afasta-lo da casa da mãe por interferir no tratamento médico dela e ofender os funcionários que lá trabalham.

A Polícia Civil, por meio da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), apura o caso. Os nomes das partes não foram divulgados em razão da lei de abuso de autoridade.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!