Oi, o que você está procurando?

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Confira o que abre e o que fecha em Araçatuba no feriado de sexta-feira

Com o feriado do Dia da Consciência Negra, celebrado na sexta-feira (20), haverá suspensão do expediente em repartições públicas municipais de Araçatuba. Já a abertura do comércio, das 9h às 15h, depende da adesão do empresário, que deverá pagar uma diária no valor de R$ 103,00 ao funcionário, na boca do caixa, oferecer um lanche de qualidade e dar um dia de folga no mês.

As lojas de rede, como Riachuelo, Pernambucanas  confirmaram abertura das 9h às 15h. O Araçatuba Shopping irá abrir das 12h às 19h, tanto a praça de alimentação quanto as lojas. Já as lojas do Praça Nova irão funcionar das 13h às 19h e a praça de alimentação das 12h às 22h. O Multi Shop, centro de compras localizado no calçadão da Marechal Deodoro, estará fechado nesta sexta.

Os supermercados também vão abrir neste feriado, mas cada loja adotará um horário diferenciado. O Rondon, por exemplo, irá abrir das 7h às 18h. Já o Rosa Felipe, das 7h30 às 13h. As casas lotéricas não vão funcionar nesta sexta.

Órgãos municipais

Na Prefeitura de Araçatuba, a suspensão do expediente se estende a todos os órgãos da administração municipal (centralizados e autárquicos), exceto aqueles que por sua natureza não podem sofrer interrupção.

A Farmácia Municipal não funcionará na sexta-feira. O funcionamento retorna no sábado, das 8h às 12h. Já as Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão fechadas na sexta-feira e retornam ao funcionamento na segunda-feira (23).

As unidades que por natureza não podem sofrer interrupção são o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Pronto-Socorro Municipal e Guarda Civil Municipal, que oferecem atendimento 24 horas à população e funcionarão normalmente nesses dias.

Samar

A Samar informou que não haverá atendimento ao público na sexta-feira. Para os serviços emergenciais, a empresa afirma que serão mantidos os canais de comunicação com a população pelo whatsapp (11) 950205424 e chat on-line pelo site www.samar.eco.br.

Data

O feriado de 20 de novembro foi instituído pela Lei nº 7.312, de 9 de novembro de 2010, em referência à morte de Zumbi dos Palmares, um dos maiores líderes quilombolas do País. A data remete a ações de combate ao racismo, além de reacender o debate sobre a escravidão no Brasil e o racismo estrutural da sociedade.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!