Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

Bolsonaro questiona prefeitos que ‘fecharam cidades’ e lideram pesquisas

Ao conversar com apoiadores no Palácio do Planalto, presidente da República disse não compreender fato

© Reuters / Adriano Machado / Direitos Reservados

Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) questionou alguns prefeitos que, segundo ele, “fecharam as cidades” durante a pandemia do novo coronavírus e lideram as pesquisas de intenção de voto. O governante chegou a citar algumas cidades, como São Paulo, ao comentar o fato e as eleições municipais no geral.

“O prefeito que fechou cidade, tirou emprego… Por que esses caras estão na frente de pesquisas? Parece que o cara gosta daquilo. E depois reclama. Igual São Paulo, o prefeito soldou até porta de comércio e está em primeiro lugar nas pesquisas”, disse o presidente, durante conversa com apoiadores na manhã desta terça-feira, na entrada do Palácio do Planalto.

A referência direta foi a Bruno Covas (PSDB), prefeito paulistano e candidato à reeleição. Segundo pesquisa Ibope divulgada nessa segunda, o tucano lidera com 32% das intenções de voto.

Outro nome forte para reeleição é Alexandre Kalil (PSD), prefeito de Belo Horizonte. Assim como Covas, Kalil defendeu o chamado “isolamento social horizontal” durante parte do ano. O chefe do Executivo belo-horizontino tem 62% das intenções de voto, de acordo com pesquisa Ibope também dessa segunda.

“Vão votar nos mesmos candidatos a governador, impressionante, nos mesmos candidatos a prefeito que fecharam as cidades. Vão votar nos mesmos caras. Eu não sei o que fazer, fazer o quê? Tem gente que gosta dessa opressão”, disse Bolsonaro, anteriormente, na mesma conversa.

Candidata à Prefeitura de Porto Alegre, Manuela D’Ávila (PCdoB) também foi alvo de críticas diretas de Bolsonaro durante a conversa. Segundo pesquisa Ibope divulgada em 29 de outubro, a comunista lidera com 27% das intenções de voto.

“Eu nunca vi o comunismo dar certo em nenhum lugar do mundo, aí o pessoal quer eleger uma prefeita do PCdoB”, também disse Bolsonaro. O presidente fará, desde essa segunda até as vésperas das eleições, divulgação nas redes sociais de candidatos que ele apoia.

O primeiro turno das eleições municipais de 2020 acontece no domingo. Já o segundo, nas cidades em que isso for necessário, será realizado em 29 de novembro.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!